OPINIÃO

Desafio a ser vencido

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Dia Internacional para a Eliminação de Violência contra as Mulheres, ocorrido no dia 25 de novembro teve desdobramentos na região do Alto Uruguai. Promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), o tema replicou ao longo dos 16 dias de ativismo nos diversos quadrantes do planeta. Aos grupos de mulheres de diversos municípios da região que integram a Amau se juntaram autoridades de diferentes esferas públicas como Juíza de Direito, Delegada e Promotoras, De igual modo de órgãos de prevenção e proteção a violência da mulher e secretárias municipais.

I I

Nunca como hoje o feminicidio esteve tão em evidência na ordem do dia. Não que a violência extrema contra as mulheres não ocorresse no passado. Acontece que o as agressões físicas e psicológicas dos mais diferentes tipos como abuso verbal e físico, estupro, tortura, espancamento, assédio sexual, entre outros, passou a ser previsto há muito pouco tempo no Código Penal. A Lei 13.104/2015 que alterou o código penal e qualificou o feminicidio como crime hediondo no Brasil vai completar cinco anos no próximo dia nove de março. E as estatísticas, que colocam o Brasil como o 5º país com a maior taxa de homicídios de mulheres é assustador.

I I I

Se depender da determinação das mulheres envolvidas neste processo a região poderá contar ainda neste ano com um Centro de Acolhimento. O espaço, que deverá ser criado em Erechim, estará aberto para atender casos de violência doméstica e feminicidio ocorridos no município e nas mais de trinta cidades do Alto Uruguai. Entre as lideranças em torno da causa, a vereadora Sandra Picolli (PCdoB). A integrante da casa legislativa instalada no entorno da Praça da Bandeira está disposta a reverter o quadro que coloca Erechim no mapa dos casos de violência contra a mulher no RS. O tema deverá integrar a pauta na campanha eleitoral de 2020.

Curtas

# A Câmara de Getúlio Vargas decretou luto de três dias no âmbito do Poder Legislativo pelo falecimento do vereador Amilton José Lazzari (MDB).

# O vereador lutava contra o câncer e faleceu na manhã de quinta-feira (27) em decorrência de complicações provocadas pela doença.

# Produtor rural e empreendedor, Amilton José Lazzari cumpria seu sexto mandato no legislativo getuliense e sempre militou no MDB.

# Audiência pública realizada na manhã de quinta-feira (27) na Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas analisou e aprovou os relatórios de Gestão e do Monitoramento da Gestão da Saúde do último quadrimestre de 2019.

# Na audiência pública coordenada pela secretária municipal de Saúde e Assistência Social, Graciele Possenti, a presença dos membros do Conselho Municipal da Saúde.

# Dentre os relatos do dia-a-dia na área da saúde o alto índice de falta às consultas marcadas nas Unidades Básicas de Saúde.

# Durante a audiência todos foram surpreendidos pela notícia do primeiro caso suspeito de coronavius ocorrido em Passo Fundo envolvendo um casal que retornou da Europa na segunda-feira (24).

 

Dito & Feito:

Prefeitos e representantes dos municípios de Áurea, Carlos Gomes, Charrua, Erebango, Gaurama e Getúlio Vargas se reuniram na quarta-feira (26) em Centenário com representantes da Defesa Civil do RS. Na pauta a situação que os municípios enfrentam em virtude da falta das chuvas, avaliação das perdas pela estiagem e o encaminhamento de decretos de emergência ao Estado.

Gostou? Compartilhe