Ecoponto promove o descarte correto de resíduos reutilizáveis

Em apenas quatro dias, estação de coleta seletiva instalada na Vila Rodrigues recebeu, entre outros materiais, 35 litros de óleo de cozinha e 300kg de garrafas

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um container instalado na Rua Prestes Guimarães, na Vila Rodrigues, tem motivado moradores da região a repensar a maneira de descartar resíduos reutilizáveis. Servindo como uma estação de coleta seletiva, o chamado Ecoponto foi instalado no local na última quinta-feira (28) e, em apenas quatro dias de operação, já coletou 35 litros de óleo de cozinha, 150kg de latas e metais, 300kg de garrafas e quatro metros cúbicos de papelão e plástico. A iniciativa é desenvolvida por duas empresas passo-fundenses, a Una Construtora e a EcoSmart, e conta com o apoio da Prefeitura Municipal.

 

Além de ajudar na reeducação e conscientização da população sobre a importância da coleta seletiva para o meio-ambiente, o Ecoponto também gera renda para recicladores do município. Isto porque todo o material descartado no Ecoponto é recolhido pela Cooperativa de Trabalho Amigos do Meio Ambiente (COAMA), beneficiando famílias que integram o projeto TransformAção. “A gente já trabalhava com uma série de ações sustentáveis e desde 2017, com a criação do projeto Meu Bairro Mais Sustentável, nós temos feito reuniões com a comunidade para tentar motivar ela a fazer a classificação dos resíduos e explicar como funciona todo o mecanismo para o material chegar até às cooperativas que fazem a coleta desses resíduos”, explica o diretor da Una, Cristiano Basso.


Este é o primeiro Ecoponto nascido da parceria entre as duas empresas. Nele, a população pode descartar vidros, plásticos, papel, papelão, alumínio, garrafas pet, óleo de cozinha e até mesmo pilhas e baterias. A intenção é que o container fique instalado em frente à Paróquia Santa Terezinha até o fim de abril. “Como trabalhamos mais nessa região e temos muitas ações desse gênero realizadas na Vila Rodrigues, decidimos começar especificamente por aqui. Ainda não há nada decidido, mas a ideia depois desse período é levar a estação para outro espaço do bairro. E acredito também que, a partir de agora, a própria EcoSmart vai instalar o ecoponto em mais espaços, em parceria com outras empresas”, esclarece o diretor.


Recepção positiva
Ainda segundo Basso, moradores de todo o município têm abraçado a ideia. Prova disso é o volume significativo de resíduos recolhido em apenas quatro dias. “Está sendo fantástico. As pessoas estão indo até lá e levando as crianças para fazer a brincadeira de classificação dos materiais. Isso é muito positivo porque várias pessoas ainda não têm uma boa orientação de como escolher o melhor destino para os resíduos e, quando entram em contato dessa maneira, acabam aprendendo”.

Gostou? Compartilhe