Escola municipal no bairro Santa Maria terá ensino bilíngue

Anúncio foi feito pelo prefeito Luciano Azevedo no final da tarde de ontem

Por
· 2 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com uma nova proposta de ensino da Língua Inglesa para crianças do berçário à pré-escola, a Prefeitura de Passo Fundo confirmou a transformação da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Professor José Laudário Haupenthal, do bairro Santa Maria, em escola bilíngue.

 

O anúncio foi feito pelo prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, em reunião realizada com os pais e professores no final da tarde dessa quinta-feira (03), quando foi apresentado o projeto pedagógico, funcional e de estrutura da nova escola bilíngue, que funcionará já no ano letivo de 2020. “O ensino de Língua Inglesa na educação infantil é um assunto que vem se fortalecendo e ganhando evidência, acompanhado do aumento de interesse dos pais em relação ao ensino de língua estrangeira para seus filhos. Nesse sentido, a escola proporcionará aos alunos, o contato com uma segunda língua, no caso específico, a Língua Inglesa, por meio da interação e do brincar” explicou o prefeito.

 

A nova escola bilíngue terá o diferencial na forma como o idioma será integrado com todas as matérias, dessa maneira, serão ofertadas experiências prazerosas às crianças, com técnicas adequadas à idade e ao cotidiano da criança. Para o secretário de Educação, Edemilson Brandão, a escola bilíngue vai ao encontro de uma das potencialidades das crianças de 0 a seis anos. “Nessa fase inicial da vida a criança tem facilidade a aprender uma segunda língua, além de ser uma forma de dar oportunidade de aprendizado definitivo e com diversão. Também atende nosso compromisso de oferecer vagas com qualidade e metodologia inovadora”.

 

Conforme a professora Patrícia Guterres, da área pedagógica da Secretaria de Educação, a criança vai viver uma imersão na Língua Inglesa através de atividades pedagógicas e lúdicas que visem a interação com todas as crianças, professores, direção, funcionários e a comunidade escolar. “Diariamente dentro da proposta pedagógica de cada professor haverá o uso da Língua Inglesa proporcionando momento de construção de vocabulário e hipóteses da utilização, além de aulas de conhecimento da cultura inglesa. Também serão ofertados aulas próprias de inglês que serão ministradas pelas dinamizadoras do projeto, formadas em Letras”, informou.

 

Profissionais e estrutura
Serão disponibilizadas duas professoras com formação em Letras que trabalharão com as demais professoras da EMEI José Laudário Haupenthal e com os alunos, gerando um ambiente de imersão na Língua Inglesa.

 

Conforme a professora Luciane Dadia Rodrigues, coordenadora de Inovações Educacionais da Secretaria de Educação, “reorganizamos os espaços com a intenção de possibilitar às crianças o estímulo e a capacidade de observar, descobrir e pensar, desenvolvendo a inteligência linguística, não apenas na apropriação da língua, mas também na ambientação e nas culturas relativas à Língua Inglesa”.

 

Está sendo elaborada uma sala interativa Espaço Learning Space, com mapa mundi e demais recursos audiovisuais como tv, vídeo, tablets e livros literários. O refeitório se tornou um espaço Playful Space, com característica mais lúdica e interativa com mobiliário diferenciado. Faixas de sinalização servirão para que as crianças percebam a composição e a direção dos diferentes ambientes, além de painéis sonoros e painéis perceptivos para que explorem e percebam todas as possibilidades do seu corpo, dos objetos, das relações e do espaço.

Gostou? Compartilhe