Evolução do PIB de Passo Fundo reflete matriz

Matriz econômica diversificada tem garantido crescimento do Produto Interno Bruto

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O município de Passo Fundo manteve o crescimento e a posição no ranking das cidades gaúchas com melhor Produto Interno Bruto (PIB), referente ao ano de 2016. Segundo dados apresentados pelo Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística (IBGE), o município ficou com a 6ª posição entre as economias do Rio Grande do Sul, permanecendo entre os 10 melhores do estado.

De 2010 para 2016, Passo Fundo subiu sete posições, passando da 13ª economia do estado em 2010 para a 6ª economia em 2016, conforme a série de dados revisada apresentada pelo IBGE. Isso representa dizer que o PIB de Passo Fundo passou de R$ 3.903.722 em 2010 para R$ 8.398.422 em 2016.

Outro destaque para os números positivos é com relação ao PIB per capta que mais que dobrou no período, passando de R$ 21.116,15 para R$ 42.459,59. Com esse resultado, o município está na frente de cidades como Pelotas, por exemplo, que ocupa a 9ª posição no estado e tem PIB per capta que mal passa da metade do registrado por Passo Fundo.

Os dados positivos, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Eduardo Lopes da Silva, se devem à construção de uma matriz econômica diversificada, que tem sido o caminho seguido pelo município de Passo Fundo nos últimos anos. “A matriz econômica diversificada, sem dúvida nenhuma, é a grande chave para a resposta de um crescimento contínuo. Mas o crescimento do PIB, quase triplicando o crescimento em tão pouco tempo, também se deve muito ao aumento da participação do setor industrial”, avalia o secretário.

Ele ressalta ainda a aposta do poder público municipal no incentivo às empresas locais: “temos muitas empresas que, estando em Passo Fundo, tiveram incentivos e receberam, através das melhorias de um todo de uma gestão preocupada com vários aspectos da cidade, desde a revitalização de espaços públicos, investimentos em saúde, condições que possibilitaram um ambiente interno de crescimento, incrementando o PIB do município”, explica.

Junto a este crescimento já consolidado, o incremento do Produto Interno Bruto e a subida no ranking das cidades gaúchas criam o ambiente propício para a atração de ainda mais investimentos externos. Isso, porque figurando entre as maiores economias do Rio Grande do Sul, o município se mostra atrativo para novos investimentos, garantindo assim a continuidade do crescimento nos próximos anos.

Gostou? Compartilhe