OPINIÃO

Fatos 05.01.2017

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Falta vontade política

Desde que me conheço por gente cobrindo a editoria de política, ouço que as coisas não andam neste país por falta de vontade política. Pois o advogado criminalista e professor de Direito da Imed, Gabriel Ferreira dos Santos, retoma esta verdade para mostrar que o sistema prisional brasileiro está vivendo o caos justamente por falta de vontade política. Segundo o especialistas, que gentilmente atendeu a reportagem de O Nacional ontem à tarde, a prova cabal de que isso é verdade é a novela do presídio que deveria ter sido construído em Passo Fundo ainda em 2007. O dinheiro existe, está depositado, no entanto, o Estado já perdeu este valor devolvendo à União e agora tenta segurar o valor prorrogando prazos para realizar o projeto. Lá se vão 10 anos de um imbróglio que envolve fazer um projeto, realizar licitação para contratar a empresa e fazer a obra. Se isso não é falta de vontade política, então não sei o que é.

Decisão I

A primeira sessão da Câmara de Vereadores da atual Legislatura, foi mais longa do que o esperado. É que a base governista, integrada por 18 vereadores não fechou questão em torno de todos os projetos apresentados pelo Executivo na segunda-feira. O mais polêmico envolve a permissão à Bsbios para que use área concedida pelo município como garantia para captar recursos no mercado financeiro. A decisão é difícil, porque a empresa cumpre com todos os seus compromissos de contrato com o município, gera empregos diretos e indiretos, mas encontra dificuldade de buscar financiamento, sem que apresente garantias aos bancos. São regras do mercado. A alternativa encontrada pelo Executivo foi propor mudança na lei que concedeu incentivos à empresa, ainda na administração do prefeito Airton Dipp.

Decisão II

Diante da situação em que vive o país e das dificuldades da Petrobrás, que detém 50% da Bsbios, buscar capital de giro é uma questão de sobrevivência. Para analisar melhor o projeto, o vereador Luiz Miguel Scheis, PDT, pediu vistas.

Líder

Com uma bancada reduzida a três vereadores (Luiz Miguel, Márcio Patussi, PDT, e , Cláudio Luiz Rufa Solda, PP) a oposição na Câmara de Vereadores terá de agir de olho na eficiência e na técnica legislativa para enfrentar a maioria governista quase absoluta. O líder da oposição será Luiz Miguel, o vice-líder, Rufa, e Patussi será o líder da bancada do PDT. Divisão justa.   

Em nome de Deus

Mais um prefeito, desta vez de Santo Antônio de Pádua, RJ, entrega a Deus os destinos da gestão que iniciou em 1º de janeiro. Para resolver isto e, ao invés, de pipocarem decretos pelas prefeituras do país, o presidente Michel Temer poderia fazer um único decreto e entregar o Brasil nas mãos de Deus. Unificamos o pedido de milagre. Oremos e aguardemos!

 

 

Gostou? Compartilhe