OPINIÃO

Fatos 07.03.2017

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Negócios e política

O primeiro dia da Expodireto Cotrijal foi carregado de mensagens políticas, cumprindo a tradição que sempre marcou a abertura da feira. Palco de negócios que servem de termômetro para o momento econômico, a Expodireto costuma ser espaço de grandes discussões políticas que envolvem a cadeia produtiva. E foi logo no começo. O discurso de Nei César Mânica falou do momento econômico, da pior crise vivida pelo país, da necessidade de reformas e da urgência da retomada da dignidade do país. Mânica elogiou a coragem do governador José Ivo Sartori ao quebrar paradigmas e realizar as reformas necessárias ao Estado. "O senhor vai transformar o Rio Grande trazendo esperança para o futuro das próximas gerações", disse. Logo em seguida foi a vez do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que falou sobre a reforma trabalhista e a necessidade de garantir segurança jurídica a empregadores e empregados. Nogueira disse ter certeza que o Congresso Nacional saberá responder positivamente às reformas. Mais tarde detalhou a reforma à lideranças cooperativas.

Trocadilho

Além do bom humor característico do governo, que gosta de fazer piada e trocadilhos, Sartori não deixou passar a oportunidade de fazer a relação do setor produtivo com as medidas que o seu governo adotou para o saneamento do Estado. Lembrou que, durante a campanha eleitoral, disse que iria fazer o que precisasse para equilibrar as finanças do Estado e que, na maioria das vezes, o remédio é amargo. “Quem não planta mudanças e transformações não terá uma boa colheita lá adiante. Sem semente não tem produção. Não podemos ficar apegados a interesses individuais e momentâneos”, frisou.

Piada

Na coletiva de imprensa um jornalista questionou o governador sobre o protesto de professores na entrada do Parque. “Os professores lhe chamaram de caloteiro”, disse o jornalista. “Caloteiro é quem faz calota e eu não faço calota”, respondeu o governador.

Espaço

Ex-prefeito de Victor Graeff, Flávio Lammel, deixou o PDT e ingressa no PTB. Vai concorrer a deputado estadual em 2018, aproveitando espaço que será deixado por quatro deputados estaduais do novo partido, que disputarão vaga à Câmara dos Deputados. Também deve aproveitar o potencial de Sérgio Zambiasi, que deve retornar à vida pública na próxima eleição.

Foto

O deputado Juliano Roso, PCdoB, não participou da composição da mesa de autoridades na abertura da Expodireto. Manifestou apoio a Feira, mas preferiu ficar fora da foto oficial. Mais do que incompatibilidade ideológica, alegou discordar da gestão do governo.

Representação

O vice-prefeito de Passo Fundo João Pedro Souza Nunes, representou o prefeito Luciano Azevedo na abertura da Feira. Esteve acompanhado do secretário de Segurança Pública, João Darci Gonçalves da Rosa.

 

 

Gostou? Compartilhe