OPINIÃO

Fatos - 08/02/2013

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Taxistas abusados

Procon, Balcão do Consumidor, Prefeitura, Câmara e Polícia. Taxista de Passo Fundo que se negar a acionar o taxímetro para medir a cobrança da corrida deve ser denunciado para um destes órgãos. As reclamações se avolumam e os órgãos fiscalizadores devem ser acionados. Se o taxista não cumpre com as regras deve ter a licença cassada. Passo Fundo sempre foi e continua sendo a cidade mais cara para se andar de táxi. Sem taxímetro correndo como deve ser, os abusos extrapolam qualquer paciência de consumidor. Sem contar que tem taxista xingando o passageiro que desafiar contestar o valor. É o cúmulo do absurdo. Anote a placa do carro, marque o horário e qualquer informação sobre o carro e denuncie. Este taxista não deve estar atuando numa categoria, que deveria merecer o nosso respeito.

Debate I
O tema não é novo e o Jornal O Nacional recebe regularmente reclamações a propósito dos abusos cometidos por alguns taxistas, especialmente, os que fazem ponto na Rodoviária. Ontem o assunto mereceu longo espaço no programa Na Ordem do Dia, apresentado interinamente por Patric Cavalcanti. Impressionou o número de pessoas reclamando ao vivo do serviço em Passo Fundo.

Debate II
Tema que também vem sendo tratado pela Rádio Uirapuru, especialmente no programa apresentado pelo comunicador JG. Houve um caso citado no programa de uma passageira que fez corrida do Gran Palazzo até o centro e teve que pagar R$ 70,00. O valor é mais do que uma passagem para Porto Alegre. Sintoma claro que alguma coisa está errada. E os bons profissionais, que são maioria, não podem pagar pelos maus.

Divisão
A divisão da secretaria de desporto e cultura é um processo que está em andamento e é justificável. São duas áreas distintas que merecem tratamentos e políticas, também, diferenciadas. A experiência de unificação das pastas já demonstrou que não funciona.

Vistoria
Bombeiros realizam nesta sexta-feira uma vistoria na Avenida Sete de Setembro , onde será realizado o Desfile de Carnaval, no próximo sábado. Objetivo é garantir segurança ao público.

Gostou? Compartilhe