OPINIÃO

Fatos 10/10/2012

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Exemplo
O médico oftalmologista Dr. Jovino Freitas completará 103 anos no mês de fevereiro de 2013. Mesmo estando liberado da obrigação, no dia 7 de outubro ele fez questão de votar. Orgulhoso de ser passo-fundense, pois adora sua terra natal, ele exibe o título de eleitor de várias décadas. "Nunca deixei de votar", afirma.

Combate a fome
Os números de pessoas que passam fome ou sofrem de desnutrição no Brasil, em Angola (África) e em Moçambique (África), países de língua portuguesa, caíram no período de 1990 a 2012. A conclusão está no relatório Estado da Insegurança Alimentar no Mundo 2012 (cuja sigla em inglês é Sofi), divulgado ontem, em Roma, na Itália. Pelos dados do relatório, o Brasil conseguiu reduzir de 14,9%, no período de 1990 a 1992, para 6,9%, nos anos de 2010 a 2012, o percentual de subnutridos. No país, cerca de 13 milhões de pessoas passam fome ou sofrem com desnutrição.

Bolsa Família
Os programas sociais desenvolvidos pelo governo brasileiro em parceria com os governos estaduais e municipais, além da iniciativa privada, foram elogiados no documento. O Programa Bolsa Família é uma referência, segundo o relatório. Para os especialistas, o Bolsa Família é um instrumento positivo para promover a capacitação econômica das comunidades. Há elogios também ao sistema adotado pela prefeitura de Belo Horizonte (Minas Gerais) de combate à fome na periferia da cidade.

Enem
Candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam a receber, a partir de hoje (10), pelos Correios, os cartões de confirmação de inscrição com os locais de prova. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) somente no final do mês de outubro será possível consultar a informação pela internet. Se o candidato não receber o cartão e não conseguir imprimir o documento por meio do site, pode obter a informação por meio de ligação ao telefone 0800 616161. A ligação só está disponível por telefone fixo ou telefone público. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro.

Depressão
Mais de 350 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, hoje, Dia Mundial da Saúde Mental, a entidade alerta para a necessidade de combater o estigma em torno da doença e incentivar que os governos implementem tratamentos para combater o transtorno. Pelos dados da OMS, pelo menos 5% das pessoas que vivem em comunidade sofrem de depressão.

Cachorro-quente
O CLJ da Catedral (Grupo de Jovens) estará realizando venda de cachorro quente 30 cm no dia 27, a R$ 4,50 das 11h às 20h, no salão paroquial (entrada pela Rua Coronel Chicuta). O grupo também faz a entrega na região central de Passo Fundo. A compra de cachorro-quente também dará direito a participar de sorteio de vários brindes. Os cartões estão à venda com jovens do movimento e na secretaria da catedral.

Mensalão
O ministro Antonio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou ontem (9) pela absolvição do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu do crime de corrupção ativa na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Para o ministro, Dirceu não pode ser condenado só porque ocupava alto posto no governo federal na época dos fatos. Acompanhando a votação unânime até agora, Toffoli condenou Delúbio Soares, o trio de publicitários Marcos Valério, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach e a diretora financeira da SMP&B Simone Vasconcelos. Em relação ao advogado Rogério Tolentino, Toffoli seguiu a divergência e o absolveu, considerando que não ficou provado que ele era uma espécie de “sócio oculto” de Marcos Valério. O ministro ainda aderiu à tese unânime até agora pela absolvição do ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto, por falta de provas, e da ex-gerente financeira da SMP&B Geiza Dias, alegando que ela tinha um papel menor no esquema.

Gostou? Compartilhe