OPINIÃO

Fatos 11/11/2016

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Sexta-feira de paralisação
Professores estaduais, municipais e alguns particulares prometem aderir a mobilização nacional convocada para esta sexta-feira contra a PEC 241/55, que prevê a reforma do ensino médio. Segundo o Cpers Sindicato, a maioria das escolas vai ter aula em um dos turnos e paralisar em outro. Os professores municipais também aprovaram adesão ao movimento. Da Mesma forma, os professores particulares vinculados ao Sinpro. O Sindisaúde informou, em nota, que os trabalhadores dos hospitais de Passo Fundo e Região poderão paralisar as suas atividades, mantendo apenas os serviços de urgência e emergência. Já os trabalhadores do transporte urbano de Passo Fundo deve decidir se adere ou não ao movimento, em assembleia que será realizada no começo do expediente desta sexta-feira. A mobilização nacional está sendo chamada pelas centrais sindicais que pretendem ainda protestar contra a reforma da previdência e outros projetos que tramitam no Congresso Nacional. As direções das escolas públicas e particulares, assim como as direções dos hospitais, reforçam que o expediente é normal nesta sexta-feira.


Reivindicação
O prefeito Luciano Azevedo, PSB, atendeu a um pedido feito pela diretoria da Apae e, ontem, em Brasília, encaminhou pedido de emenda junto ao Senador Paulo Paim, PT, em favor da entidade. Num contato que fez com Paim, a direção da Apae foi informada que as emendas do senador são liberadas através das prefeituras. Por esta razão, a diretoria solicitou ao prefeito o encaminhamento do pedido para uma emenda no valor de R$ 250 mil, que será usada para a compra de um microonibus.

Inauguração
Beto Albuquerque estará em Passo Fundo no dia 27 de novembro para o lançamento do Natal do Boqueirão Legal e entrega da revitalização da Praça Miguel Moretti. A obra contou com recursos de emenda parlamentar no valor de R$ 250 mil encaminhada por Beto, depois de ações conduzidas pelo vereador eleito Saul Spinelli.


Pagando a conta
Se alguém tem dúvidas de que estamos pagando uma conta alta pelos anos de irresponsabilidade dos governos aqui e lá, é só esperar por 2017. Se estava ruim, vai ficar pior. A projeção é realista.


Responsabilidade
Ministério Público pedindo a responsabilização do ex-secretário da Segurança Airton Michels e do ex-superintendente da Susepe Gelson Treisleben, pela devolução de recursos à União, que seriam usados na construção de Presídios no Estado. Entre eles, o de Passo Fundo. Verba da União poderá ser novamente devolvida até o dia 15 de dezembro. E daí, os secretários atuais também serão denunciados?

Gostou? Compartilhe