OPINIÃO

Fatos 17 e 18.08.2019

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

PSB terá candidato próprio

Uma decisão importante tomada na sexta-feira pela manhã e que diz muito sobre o processo eleitoral em Passo Fundo. O PSB, partido do prefeito Luciano Azevedo, terá candidato próprio em 2020. Pela primeira vez as principais lideranças locais do partido local se reuniram para discutir a posição a ser tomada em relação ao pleito. O encontro contou com a presença de Luciano, do presidente do partido, Alexandre Rodrigues, bancada na Câmara e secretários municipais. Ficou acordado que, mesmo sem ter um nome definido, o PSB terá candidato a prefeito em Passo Fundo. A cidade é a maior administrada pelo partido no Rio Grande do Sul. Não existe prazo para definição do candidato, mas é possível que o nome surja entre o final do ano e março de 2020. A decisão interna é importante, porque as lideranças entendem que o partido deve protagonizar a cabeça de chapa, aliando-se com outros que queiram continuar com o atual projeto. Isso elimina, por exemplo, a hipótese de o PSB ou Luciano apoiar uma candidatura do atual vice João Pedro, MDB, a menos que a dobradinha seja reeditada. O que é considerado improvável, já que o MDB também anunciou a intenção de ter candidato próprio, e vê em João Pedro potencial para a disputa.

Lista

Desta forma, estão descartados outros nomes da administração que chegaram a ser cogitados, mas que hoje estão filiados a partidos aliados. A lista dos socialistas na gestão é formada pelos seguintes nomes do primeiro escalão:

Adolfo de Freitas

Carlos Eduardo Lopes da Silva

Wilson Lill

Marlise Soares

Giba Gosch

João Bordin ( PSB de Marau)

A via do centro

Em abril do ano passado, o PSB nacional incluiu na sua agenda programática o socialismo criativo. A ideia é disponibilizar conteúdo em uma plataforma digital sobre economia criativa como estratégia de desenvolvimento por uma perspectiva socialista. O partido foi o primeiro a incorporar o tema da economia criativa como estratégico. Em tempos de exacerbação do discurso polarizado, o partido difunde o conceito de que em uma sociedade que vive em rede não pode mais perseguir modelos de desenvolvimento que se baseiem em projetos econômicos já superados.

Filiação

O Democratas de Passo Fundo trabalha para montar a chapa de candidatos a vereador. Para tanto tem filiado algumas lideranças. Uma deles assinou ficha esta semana. Trata-se do estudante e empresário do ramo alimentício, Daniel Rezende, que atualmente preside o Centro Acadêmico do Direito da UPF.

Fim da pesquisa

Cerca de 84 mil pesquisadores no país terão seus recursos cortados a partir de setembro se não houver uma ampliação imediata do orçamento do órgão. O CNPq precisa de mais R$ 330 milhões para fechar as contas do ano. A indignação com a notícia mobiliza pesquisadores de todo o país. Em Passo Fundo, o advogado Julio Cesar Pacheco faz uma crítica a quem se cala diante do desmonte: “Fico impressionado com o número de Doutores e Pesquisadores beneficiados com as importantes Bolsas de Estudo do CNPq, quando o governo entendia que investir na educação é importante - muitos pesquisadores da cidade de Passo Fundo, inclusive -, e o total silêncio desse povo todo. É preciso que as pessoas ultrapassem os seus interesses pessoais - embora legítimos - e reconheçam a necessidade de defender o coletivo. A hora de lutar pela manutenção dos investimentos na educação é agora!”. A interrupção de um trabalho científico tem conseqüências irreversíveis.

Cargos

A não substituição dos cargos de segundo e terceiro escalões no interior do Estado e em cidades pólo como Passo Fundo tem gerado uma certa estagnação nos serviços. A Coordenadoria Regional de Saúde é exemplo disso. O atual coordenador, Vanderlei Ramos do Amaral ainda está no cargo, porém sem muitos movimentos, já que desde que assumiu o governo de Eduardo Leite, ele, assim como outros coordenadores, não se reuniram com a secretária de Saúde Arita Bergamann. Passaram-se oito meses. Vanderlei chegou a ser exonerado e recontratado no dia seguinte. Agora, espera a substituição até o fim de agosto.

Desigualdade aumenta

Dados do PNAD contínua do IBGE aponta que a escalada da desigualdade de renda vem num crescente há 17 trimestres consecutivo. Esse é o maior período já documentado pela série histórica, segundo o estudo. O país não cresce de forma justa com desigualdade.

Você Decide

Deputada Federal Liziane Bayer, PSB, realiza um encontro em Passo Fundo dentro do projeto do mandato “Você Decide”, onde a comunidade escolhe o destino das emendas parlamentares dela. O encontro será neste sábado, às 18h, na Câmara de Vereadores.

Gostou? Compartilhe