OPINIÃO

Fatos 20/21/10/2012

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Exemplo

Não poderia se esperar outro tipo de relacionamento entre a atual e a futura administração de Passo Fundo. A foto registrada na sexta-feira de manhã quando da visita do prefeito eleito Luciano Azevedo ao prefeito Airton Dipp retrata muito bem o cenário. Estão todos juntos (Luciano, Juliano Roso, Dipp e Rene Cecconello).  Passados os momentos mais nervosos da campanha e da eleição, o pensamento agora se volta para Passo Fundo e seus mais de 180 mil habitantes.  O momento também é a tradução da postura que sempre teve o prefeito Dipp que, volto a repetir, é uma reserva moral da política.

 

Aberto

Fonte das mais confiáveis do PSB afirma à colunista que não há ou são pequenas as resistências internas para uma possível aproximação com a futura administração municipal. Os socialistas estão dispostos a conversar de forma transparente por considerarem que o projeto em prol do município é superior a qualquer coisa.

 

Emergente

A Revista Voto, especialista em política e economia, faz chamada de capa da edição que já começou a circular para o prefeito eleito de Porto Alegre José Fortunati. A reportagem trata da emergência do prefeito da Capital como novo líder do Sul. Fortunati é o nome do PDT para a disputa ao governo do Estado.

 

Avaliação

O PT reuniu-se esta semana para avaliar a derrota em Porto Alegre. Entre as questões pontuadas, o presidente do diretório municipal Adeli Sell atribuiu os resultados ao fato de que três candidatos que disputaram o pleito estavam vinculados à presidente Dilma e ao ex-presidente Lula. Houve pulverização dos votos. Na avaliação dos petistas, o mensalão também foi fator determinante no resultado da Capital e de outras cidades do país.

 

Agenda

O prefeito eleito Luciano Azevedo está com agenda lotada até novembro.  Nem mesmo os assessores mais próximos têm conseguido alguns minutos com ele. Luciano que esteve em Pelotas, nesta semana,  ajudando na campanha de Eduardo Leite  (PSDB), retorna neste final de semana para mais atividades. 

Gostou? Compartilhe