OPINIÃO

Fatos 25.01.2020

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

R$ 300 milhões de investimento

A Corsan pretende investir cerca de R$ 300 milhões em Passo Fundo nos próximos 25 anos. Quem trouxe a notícia foi o diretor de Expansão da Companhia, Júlio Eloi Hofer, que esteve na sexta-feira para encontros com prefeitos da região na sede da superintendência. Segundo ele, Passo Fundo é um pólo importante no Estado para empresa e, por isso, no planejamento estratégico que vai até 2045, a cidade deve ser contemplada com vários projetos de expansão da rede de abastecimento e saneamento. O município integra o terceiro pólo dentre as seis macrorregiões de Parcerias Público Privadas. O primeiro é a região Metropolitana, que está no processo mais avançado; o segundo é Caxias do Sul e o terceiro Passo Fundo. A prefeitura ainda não assinou o protocolo de intenções com o Governo, mas Hofer acredita que é uma questão de tempo já que esta é a fase de esclarecer todas as dúvidas sobre o processo. E uma delas é sobre o prazo de concessão para a empresa que vai fazer o investimento da obra de saneamento e explorar o serviço posteriormente. Normalmente estes prazos são longos e chegam a 30 anos. A diferença da PPP para privatização ou terceirização, é que a empresa que vencer a licitação vai ganhar em cima do que conseguir implantar em termos de rede de esgoto e será supervisionada de perto pela Corsan, que funcionará como órgão regulador.



Homenagem

Emedebistas de Passo Fundo se organizam para participar das homenagens a Pedro Simon, no próximo sábado, dia 1º de janeiro. Simon completa 90 anos de idade no dia 31 e o partido organiza uma grande festa na praia de Capão da Canoa. O local foi escolhido por ter sido palco de uma das mais importantes mobilizações na campanha das “Diretas-Já”, no dia 19 de fevereiro de 1984. No mesmo ano, Simon esteve em Passo Fundo com José Fogaça e participou de comício pelas Diretas, no Play Center do Clube Juvenil. O vice-prefeito João Pedro Nunes e o vereador Paulo Neckle devem integrar o grupo rumo a Capão.


Intoxicação

Promotor de Justiça Paulo Cirne está chamando representantes dos municípios de Passo Fundo, Coxilha, Mato Castelhano, Pontão e Ernestina para uma reunião no dia 16 de março, às 14h na sede do MP. Objetivo: tratar da notificação compulsória de casos de intoxicação por agrotóxico. Conforme Cirne a falta de rotina no preenchimento de formulários para identificar possíveis casos inviabiliza a elaboração de estatística e o controle desta situação. Muitas vezes a pessoa procura o serviço médico com sintomas que parecem comuns, mas se pesquisado como deveria, pode identificar intoxicação. O promotor pretende, com este encontro, estabelecer um protocolo para atendimentos. Uma cartilha criada pela prefeitura de Ernestina será apresentada no encontro.


Infrações

Passo Fundo continua sendo uma das cidades com maior número de autuações no trânsito do perímetro urbano, embora os números tenham reduzido de um ano para outro. O resultado, porém, reverte em outro dado positivo: redução de acidentes e de vítimas fatais. Infelizmente só quando dói no bolso é que o motorista se liga que não pode cometer infração. Veja os números:
2018 - 69.221 autuações
2019 - 68.015 autuações


Agora vai!

* Notícia da Folha de São Paulo: “Novo presidente da Capes defende criacionismo em 'contraponto à teoria da evolução'. Nomeação reforça relação do MEC com o setor privado de ensino superior e também faz aceno a lideranças evangélicas.”


* Aproveitando o mês de carnaval, o governo dá início, nas redes sociais, a uma campanha em prol da abstinência sexual no mês do Carnaval. A política pública está afeta a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. A intenção é incentivar jovens de 10 a 18 anos a praticarem a abstinência sexual para combater a gravidez precoce.


Obrigada! 

A coluna encerra hoje o seu ciclo de publicações nas páginas de O Nacional. Foram dez anos e meio, quase que diariamente, trazendo notas da política e do cotidiano. Fazendo observações, críticas, elogios. O ciclo se fecha por aqui, com sentimento absoluto de dever cumprido e profundo agradecimento pelo acolhimento desta empresa quase centenária que carrego no meu coração. Obrigada aos colegas e aos leitores pela oportunidade da experiência. Sigo em novos desafios!

Gostou? Compartilhe