OPINIÃO

Fatos 26.01.2019

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Determinação
Personalidade do governador Eduardo Leite, PSDB, tem surpreendido positivamente tanto aliados quanto adversários. Determinação é a palavra mais utilizada para definir a forma como o governador vem conduzindo os primeiros dias da gestão. E dois secretários chamam a atenção pelo pragmatismo. O secretário da Fazenda Marco Aurélio Santos Cardoso, carioca, funcionário de carreira do BNDES, e a secretária do Planejamento, Leany Lemos, funcionária de carreira do Senado. Ambos, desprendidos de amarras corporativistas locais, com olhar de fora para um problema gigantesco e com a tarefa de reduzir o tamanho do estado, arrecadar mais do que se gasta, fazer reformas estruturais que implicam na venda de estatais e na reformulação do quadro de servidores. Um servidor de carreira ou um político na função de secretário da Fazenda, por exemplo, teria imensa dificuldade de transpor as resistências dos próprios pares. Ainda sobre o estilo Eduardo Leite, ele é um observador, não tem pressa de fazer o que precisa ser feito e tem coragem de enfrentar.

 

Tabuleiro
É por esta razão que o governador não está mexendo ainda nos cargos de segundo e terceiro escalão com a pressa que é sempre natural de um governo novo. A idéia não é acomodar os partidos com a lógica da distribuição de cargos. Este é o momento de saber exatamente como estão posicionadas as pedras no tabuleiro, antes de fazer a jogada.

 

Reformas
O governador vai precisar fazer reformas constitucionais para depois implantar o que tem em mente. Uma delas, extinguir com a exigência de plebiscito para a venda de estatais. A outra, mexer no plano de carreira dos servidores, especialmente de escalão.

 

Líder de governo
O experiente deputado Frederico Antunes, PP, líder de governo na Assembleia Legislativa já articula nos bastidores a votação das reformas. Prestes a assumir o sexto mandato, Antunes passou pelos governos do PT, PSDB e MDB e conhece muito bem como a casa funciona. Leite se apoio nesta experiência e na capacidade de diálogo de Otomar Vivian para avançar no Parlamento.

 

Líder de bancada
O marauense Sérgio Turra será o líder da bancada do PP na Assembleia. Foi líder partidário nos quatro anos do primeiro mandato e agora assumirá uma tarefa mais árdua, pois tem a responsabilidade de articular a bancada para votação de matérias estratégicas ao governo. O PP esteve com Sartori e está com Eduardo Leite. Só que a diferença, segundo Turra, é que no governo anterior o partido era apoiador. No atual governo, está na base desde a campanha.

 

Hermanos
Os hotéis de Passo Fundo sofrem uma redução de 80% no movimento de argentinos. A temporada está fraquíssima e afeta também bares e restaurantes.

 

Habitação
Cerca de 60% dos que integram o cadastro habitacional de Passo Fundo, integram algum tipo de ocupação no município.

 

Nojo
Em que mundo as pessoas vivem? As reações de comemoração com a decisão do deputado Jean Wyllys de não assumir o terceiro mandato na Câmara dos Deputados para o qual foi eleito, pelas ameaças de morte que está sofrendo, é um nojo. Repulsa total a estes seres que precisam de luz e empatia. Mais humanidade, seres! Mais humanidade!

 

Petiscando e bebericando: Com tanta informação, muitas delas nada agradáveis, a gente precisa encontrar um tempinho para relaxar. Se você estiver acompanhada (o) do motorista da rodada, a dica deste fim de semana e a caipirinha de limão, maçã, canela e mel do Raaji. Saborosa e perfeita para animar boas conversas antes do sushi.

Gostou? Compartilhe