OPINIÃO

Fatos - 28/01/2013

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Luto

O domingo, 27 de janeiro de 2013 será inesquecível. Acordamos com a sensação de ressaca e pesadelo. A primeira reação foi de surpresa: não, não pode ser. O que é isso? Meu Deus! Em seguida, o nó na garganta que teimou em não ser engolido durante todo o dia. Inevitável que as lágrimas corressem a cada imagem revista e declaração emocionada. Como não sentir o desespero de quem perdeu de forma abrupta e prematura um filho, um sobrinho, um neto e um amigo? A dor incontrolável apertou o peito de muita gente, de milhares de gaúchos e brasileiros que assistiram horrorizados a maior tragédia que este Estado já registrou. 

Sentimentos

Comoção, solidariedade, compaixão e tantos sentimentos confusos e expressos das mais variadas formas não traduzem o que estamos sentindo neste momento. Talvez o silêncio, o respeito e a oração possam ser tão importantes quanto a solidariedade de quem está em Santa Maria auxiliando no que pode.

Tradução

O choro espontâneo do jovem repórter Felipe Franco, da Rádio Uirapuru, ao tentar descrever a cena que via diante de centenas de corpos no chão do ginásio esportivo de Santa Maria, ontem à tarde, foi, para esta colunista a tradução dos sentimentos do povo gaúcho. “Não consigo descrever. É muito triste”.  Felipe chorou como todos nós choramos, porque chorar alivia a dor, nos ajuda a refletir e acalma nossa alma.

Gesto

Digno foi o gesto da presidente Dilma Rousseff, que cancelou participação reunião da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos com a União Europeia, no Chile, por causa da tragédia e seguiu para Santa Maria. Ele esteve em Santa Maria ontem à tarde para conversar e consolar pessoalmente os familiares da vítima. O mesmo fez o governador do Estado Tarso Genro que disponibilizou todo o aparato do Estado.

Gostou? Compartilhe