OPINIÃO

Fontes em Off

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Emprego

O mercado de trabalho continua avançando e sinalizando evolução favorável no curto prazo. A constatação é do Instituto Brasileiro de Economia de Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), que divulgou o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp).De acordo com a FGV, o indicador subiu 1 ponto de outubro para novembro, chegando a 103,9 pontos, o maior nível da série iniciada em junho de 2008. “Esta é a terceira alta consecutiva do indicador e sinaliza continuidade da tendência de evolução favorável do mercado de trabalho no curto prazo”, segundo a publicação.

Punição I

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu formas mais eficientes para instituir indenizações que sejam equivalentes ao dano causado pela corrupção ao país, de forma a reverter a percepção de que, no Brasil, prevalece a impunidade. Segundo Raquel, nesse contexto, caberá ao Congresso Nacional atuar na defesa de três instrumentos jurídicos: a delação premiada, o acordo de leniência e a prisão em segunda instância.

Punição II

“Precisamos instituir indenizações por dano moral equivalentes ao dano. Esse tipo de indenização significa que a sociedade será ressarcida pelo tempo [que passou sem a aplicação do recurso desviado]; pelo dinheiro que foi desviado; e pelo serviço público que deixou de ser prestado por causa da falta do recurso. É preciso que a sociedade e o Ministério Público acordem para o modo correto de aquilatar; para o dano que foi causado; e para qual efeito esse dano causou sobre a sociedade civil”, disse a procuradora em evento comemorativo ao Dia Internacional contra a Corrupção, no Banco Central.

Petrobras

A Petrobras já recebeu, desde o início da Operação Lava Jato, R$ 1,476 bilhão desviados da companhia no esquema de pagamento de propina desvendado pelo Ministério Público do Paraná e pela Polícia Federal.Desde total, cerca de R$ 654 milhões foi devolvido na semana passada aos cofres da companhia. O dinheiro foi recuperado por meio de acordos de colaboração celebrados com pessoas físicas e jurídicas no âmbito da Operação Lava Jato. A devolução aconteceu durante evento realizado em Curitiba, base central da operação, com a presença do presidente da estatal, Pedro Parente.

Prisão
A Justiça Federal em Sinop, em Mato Grosso, determinou a prisão dos pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, condenados por terem provocado a queda de um avião da Gol com 154 pessoas a bordo, em 2006. A decisão é do juiz André Perico Ramires dos Santos, que determinou o envio dos mandados de prisão para a Polícia Federal e a inclusão dos nomes de Lepore e Paladino na base de dados da Interpol. Os pilotos do jato Legacy foram condenados a três anos de prisão em regime aberto. O processo transitou em julgado em 2015.

TSE

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elegeu na quinta-feira (7) o novo presidente da Corte. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux tomará posse em fevereiro de 2018, mas deixa o cargo antes da eleição, em agosto do próximo ano, pegando a fase da pré-candidatura. Em seguida, quem assumirá o posto é a ministra Rosa Weber, também do Supremo. Isso porque Fux termina o prazo de 4 anos no TSE em agosto. Fux comentou que o tribunal, em 2018, vai procurar interferir o mínimo possível nas eleições.

Palácio Piratini I

Está em andamento a implantação do sistema de climatização do segundo pavimento da Ala Governamental no Palácio Piratini. É o andar onde ficam os principais salões: o Negrinho do Pastoreio e o Alberto Pasqualini, que diariamente recebem visitas, reuniões e grandes eventos, como lançamentos de programas estaduais e coletivas de imprensa. É também no segundo pavimento que fica o gabinete do governador.

Palácio Piratini II


Ao todo, o Piratini possui 23 murais de Aldo Locatelli, dos quais os principais ficam nos salões mais movimentados. O artista foi contratado em 1951 para pintar a história do estado nas paredes e nos forros do palácio. É um acervo precioso que acaba sofrendo com as variações de temperatura do Rio Grande do Sul. De acordo com a arquiteta coordenadora do Palácio Piratini, Maria Clara Coelho Bassin, não é uma obra convencional e de fácil execução. "Devido às características da edificação e dos forros existentes, será instalada uma rede de dutos flexíveis, de baixo peso, para facilitar a montagem e não causar nenhum dano”, explicou.

China

A apresentação de patentes, marcas e desenhos industriais em todo o mundo atingiu níveis recordes em 2016, com forte demanda da China, revelou a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), em seu último relatório. No ano passado, 3,1 milhões de pedidos de patente foram registrados, representando um aumento de 8,3%. É o sétimo ano consecutivo de altas. A informação é do Centro de Notícias da ONU.

Universidade investigada

A Polícia Federal (PF) deflagrou na quinta-feira, a Operação Torre de Marfim, que investiga desvios de recursos públicos federais destinados a projetos de pesquisa desenvolvidos por fundações de apoio à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Na ação, cerca de 90 policiais federais, servidores do Tribunal de Contas de União (TCU) e do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) cumprem 20 mandados em Florianópolis e Balneário Camboriú. Quatorze deles são de busca e apreensão e seis de condução coercitiva.

Gostou? Compartilhe