OPINIÃO

Fontes em Off - 05/03/2013

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

ERS 324 I
A Secretaria da Fazenda, liberou nesta segunda-feira (04) a indicação orçamentária (CRO) para a obra de duplicação da ERS-324, entre Passo Fundo e Marau. “Esta era a ultima etapa que faltava antes da publicação do edital para a construção do trecho, orçado em R$ 116 milhões. Fico feliz em ver o governo Tarso Genro firme no seu compromisso com a Região”, comemorou o ex-secretário de Infraestrutura e Logística do RS, deputado federal Beto Albuquerque.

ERS 324 II
O processo licitatório já está pronto e será encaminhado nesta terça-feira (05) à Central de Licitações (Celic), devendo ser publicado no Diário Oficial até sexta-feira (08). “A expectativa é de que nos próximos quatro meses, se não tivermos nenhum entrave no processo licitatório, possamos conhecer a empresa ou consórcio que irá executar a obra, que deverá ter início ainda no primeiro semestre de 2013, conforme o cronograma que estabelecemos”, ressaltou Albuquerque.

Passagens
O prefeito Luciano Azevedo ainda precisa confirmar a data, mas provavelmente ocorre nesta semana a primeira reunião que vai definir, ou não, o aumento da tarifa de ônibus em Passo Fundo. As companhias Coleurb, Transpasso e Codepas querem que a tarifa aumente para R$ 2,80, R$ 2,86 e R4 2,87, respectivamente. Atualmente a passagem custa R$ 2,45.

Impostos
Os impostos consomem 40,98% do rendimento bruto do brasileiro e o número aumenta cada vez mais, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). Somente em 2013, até metade do mês de fevereiro, o valor pago em impostos federais, estaduais e municipais superou a marca de R$ 100 bilhões. Este número corresponde a 111 milhões de mensalidades de um plano de saúde particular para uma família, por exemplo. Ano passado o número chegou a R$ 1,5 trilhão. O site Impostômetro disponibiliza o total de impostos pagos e quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando.

Pedágio
Uma decisão do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) colocou em cheque os planos do governo do Rio de Grande do Sul de iniciar, nesta semana, a retomada das rodovias gaúchas privatizadas em 1997. Na última quarta-feira (27/2), a Terceira Turma do Tribunal concedeu à Coviplan o direito de continuar explorando o polo rodoviário de Carazinho, no interior gaúcho, até 28 de dezembro ou até o julgamento de uma ação de indenização que corre na 4ª Vara Federal de Porto Alegre. Para o governo estadual, a concessão encerra na próxima quarta-feira (6/3). O polo de Carazinho seria o primeiro dos sete contratos de concessão de rodovias que voltarão a ser controlados pelo Estado.

Pedágio II
Em nota, o governo do Estado informou que pretende entrar com recurso junto ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para reverter a decisão do TRF-4. No comunicado, o governo do Estado ainda afirmou que acreditava “na reversão da decisão e mantém confirmadas as atividades programadas para o dia 6 de março, junto à praça de pedágio de Carazinho, quando serão abertas as cancelas do polo daquele município.” O governo planejava para a madrugada do dia 7 de março, com a participação do governador Tarso Genro, uma comemoração para marcar o início da reestatização das rodovias gaúchas.

Nobel da Paz
A organização do Instituto Nobel informou ontem (4) que foi registrado um recorde no número de candidaturas ao Prêmio Nobel da Paz 2013. No total, são 209 pessoas e 50 organizações. O último recorde foi o de 2011, quando se registaram 241 candidaturas. A escolha ocorre em outubro, em Oslo, na Noruega, e a entrega do prêmio, em dezembro. Organizações não governamentais, uma adolescente paquistanesa e um ex-presidente norte-americano estão entre os indicados a receber o prêmio.

Simpasso
Na próxima sexta-feira (8), a diretoria do Simpasso se reúne com a comissão de negociação nomeada pelo prefeito Luciano Azevedo para discutir a proposta de reajuste salarial dos servidores municipais. Na tarde de ontem (4), integrantes da Comissão Sindical da entidade se reuniram para definir os próximos passos da categoria. A entidade quer reajuste de 10%, baseada nos índices IGPM, IPCA e INPC, além do reajuste do salário mínimo e perdas salariais. Caso não seja atendido, o Sindicato não descartou uma possível paralisação por parte dos servidores do quadro geral.

Gostou? Compartilhe