OPINIÃO

Fontes em Off - 18/02/2013

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

População carcerária
Representantes da Susepe se reuniram com o prefeito Luciano Azevedo, para solicitar melhorias junto ao Presídio Regional de Passo Fundo. Acompanharam o encontro o secretário de Obras, João Bordin, o articulador político, Ronaldo Rosa, e o presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Tassi (PTB). Na ocasião, foram solicitadas obras de canalização, melhorias no acesso e na iluminação do local. A falta de médico para atender aos presos também foi apontada durante a reunião, sendo que o único médico que atendia a cada duas semanas, voluntariamente, no presídio, não trabalha mais no local. Conforme Luciano, apesar de a responsabilidade ser do estado, o município irá buscar um contato com a Coordenadoria Regional de Saúde, para que um profissional seja direcionado para o atendimento dos apenados. Atualmente, a população carcerária de Passo Fundo é de, aproximadamente, 800 presos.

Renovação

Praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano, foi tomada hoje (17) por fiéis que se concentraram no local para a penúltima missa dominical do papa Bento XVI, primeira celebração dominical do pontífice após o anúncio da renúncia. Na missa, o papa, que falou em várias línguas, apelou para a renovação e reorientação da Igreja Católica Apostólica Romana. O papa apelou para a renovação da Igreja Católica Apostólica Romana e a rejeição do orgulho e do egoísmo. Bento XVI pediu aos fiéis a não instrumentalizar a fé em seu próprio benefício, "dando mais importância ao êxito e aos bens materiais".

Ataques

O incêndio em um carro particular na cidade de Tubarão (SC) elevou para 107 o número de ataques no estado desde o dia 30 de janeiro. De acordo com a Polícia Militar de Santa Catarina, o incidente foi registrado por volta das 3h15 de ontem na Rua Fernando Esmeraldino de Menezes, no bairro Fabio Silva. O veículo estava estacionado em frente a uma residência, mas não chegou a queimar por completo. Segundo a PM, os autores do ataque jogaram gasolina nos pneus do carro e o fogo atingiu “o para-choque traseiro, a sinaleira esquerda e a borracha do vidro dianteiro”. O incêndio foi controlado com extintores de carros da polícia.

Mito I

Com a Lei Seca mais rigorosa desde janeiro para os motoristas que forem flagrados dirigindo embriagados, voltam a circular na internet informações de que é possível burlar a fiscalização. No mundo virtual, a informação é que é possível driblar o bafômetro ao tomar alguns comprimidos do princípio ativo pidolato de piridoxina, derivado da vitamina B6. Indicado para tratamento de pessoas com problemas hepáticos, como cirrose, o remédio age na remoção do álcool dos tecidos e do sangue, conforme a bula,  Com tarja vermelha, deve ser vendido com receita médica. De acordo com José Luís Maldonado, assessor técnico do Conselho Federal de Farmácia, apesar de o medicamento acelerar o metabolismo do álcool no organismo, ele não elimina os efeitos da substância no comportamento da pessoa.

 Mito II

Maldonado esclareceu que o medicamento é usado para a recuperação de pessoas que sofrem de intoxicação severa por álcool ou para aquelas pessoas que estão com problemas hepáticos, como cirrose hepática e fígado alcoólico. O remédio provoca também efeitos colaterais, continuou Maldonado. Entre eles, sonolência, dor abdominal, vômito, náusea e, em grandes quantidades, pode levar à trombocitopenia (problema com a capacidade de coagulação).

Amzop

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Pedro Westphalen (PP), participou da inauguração da sede própria da Associação dos Municípios da Zona da Produção – AMZOP, fundada na década de 60 e que atualmente é a maior associação do gênero no estado, reunindo 42 municípios. Na ocasião foi eleito o prefeito de Caiçara, Zilio Roggia (PMDB) que sucederá Marcelino à frente da entidade. Os próximos presidentes serão apontados pelo PP, PDT e PT. Roggia destacou que pretende dar continuidade aos pleitos iniciados pelas gestões anteriores, mas também debater em profundidade temas como o ICMS, a queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e os pedágios

 

Gostou? Compartilhe