OPINIÃO

Fontes em Off - 23/11/2012

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Maria Elizabeth
A Fundação Zoobotânica, Cultural e de Turismo da Roselândia está trabalhando nos preparativos para a realização da missa em homenagem a Maria Elizabeth, a santa popular de Passo Fundo, falecida há 47 anos. O evento, marcado para o dia 25 de novembro, domingo, deve reunir aproximadamente três mil devotos, que virão de várias cidades do sul e até mesmo de fora do país. No ano passado, mais de 60 ônibus trouxeram romeiros para participar da missa. Conforme Antônio Augusto Reveilleau, diretor da Funzoctur, já estão sendo instalados o palco, cobertura e cadeiras para receber os visitantes. A missa vai ser rezada pelo padre José Squinor e começa às 10 horas, no cemitério da Vera Cruz.

CPERS
A Diretoria do 7º Núcleo do CPERS/Sindicato convida os filiados a participar das atividades previstas para a próxima semana. Na segunda-feira, 26, acontece a assembleia regional, no Salão da Igreja Sagrado Coração de Jesus, às 10h. Já na próxima quinta-feira, 29, será realizada em Porto Alegre a assembleia geral da categoria, com início às 13h na Praça da Matriz da Capital.

Destaque PGQP
O Memorial Vera Cruz foi um dos destaques do 7º Prêmio Tchê da Qualidade, promovido pelo Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), que ocorreu no dia 20 de novembro, no SESC Passo Fundo. O Memorial Vera Cruz recebeu o diploma de participação na Autoavaliação 2012. O PGQP foi criado em 1992, com a missão de promover a competitividade do Rio Grande do Sul para melhoria da qualidade de vida das pessoas através da busca da excelência em gestão com foco na sustentabilidade. O Memorial Vera Cruz é o segundo cemitério no Rio Grande do Sul a participar do programa. Representaram o cemitério na premiação Claudete Chaves, Anildo Pol e Solange Spiller Anesi.

Transferido
A Câmara de Vereadores deixou para a próxima semana a votação do projeto que estipula o Orçamento do Município para o próximo ano. A análise ocorreria na sessão plenária de quarta-feira (21), mas foi transferida para a segunda-feira, dia 26. Foram apresentadas 72 emendas, já analisadas pela Comissão de Orçamento e Tomara de Contas (COTC) e o valor total previsto para 2013 é de R$ 428 milhões.

Emprego
O aumento da oferta de vagas temporárias no comércio, neste fim de ano, começa a se refletir na queda da taxa de desemprego. A avaliação é do coordenador da Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azeredo. O índice caiu de 5,4% para 5,3% entre setembro e outubro, o menor nível para o mês desde 2002. Segundo o economista, a queda de 0,1 ponto percentual na passagem de um mês para o outro reflete, principalmente, as novas vagas em São Paulo, região que tem peso de 42% na composição do indicador e  funciona “como um farol” para outras regiões. A tendência, explica, é que o mesmo movimento seja verificado em outras regiões, nas próximas semanas.

Novo ministro
A posse do primeiro negro na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) fortalece a democracia do país, disse hoje o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Para o procurador-geral, Joaquim Barbosa dará uma contribuição “magnífica” para a construção do sistema de Justiça do Brasil. O ministro Joaquim Barbosa tomou posse ontem (22), às 15h, em cerimônia com a presença da presidenta Dilma Rousseff, dos presidentes do Senado, José Sarney, e da Câmara dos Deputados, Marco Maia.

Mensalão
O procurador-geral da República, também disse ontem que o resultado do julgamento da Ação Penal 470, conhecida como mensalão, “não poderia ter sido melhor”. Para ele, a condenação dos acusados representa a “máxima” do direito penal do país. Ele voltou a defender, inclusive, que os réus sejam presos assim que terminar o julgamento. Após receber representação de um grupo de parlamentares contrários ao relatório final da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira, Gurgel disse que a criação do colegiado tem ligação direta com o julgamento do mensalão. “Tudo que tem acontecido desde a criação da CPMI está relacionado ao mensalão”, disse ao admitir que tem recebido pressões de partidos aliados sobre esse posicionamento.

CPMI Cachoeira
O grupo de parlamentares ditos independentes, que entregou ontem o relatório final da CPMI ao procurador-geral da República, também aprese representação para que o Ministério Público Federal aprofunde as investigações de dados que não foram analisados. No documento, com 88 páginas, o grupo ainda reitera o apoio a Gurgel e pede o indiciamento de pessoas que, segundo eles, receberam recursos públicos pagos de forma fraudulenta à empreiteira Delta Construção. “Em razão de questões políticas partidárias, a CPMI não avançou. Isso significa que perdemos tempo, e o lixo não foi mostrado à sociedade brasileira”, disse o senador Pedro Taques (PDT-MT). O senador Pedro Simon (PMDB-RS) também compõe o grupo.

Gostou? Compartilhe