Igreja faz memória da Paixão e Morte de Cristo

Na Arquidiocese de Passo Fundo, a Catedral Metropolitana recebeu cerca de 1500 fiéis para a celebração da Paixão e Procissão do Senhor Morto

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Centrada no mistério da Cruz, a celebração da tarde desta Sexta-feira Santa fez memória da Paixão e Morte de Jesus Cristo. Na Arquidiocese de Passo Fundo, além das celebrações paroquiais, a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, recebeu cerca de 1500 fiéis que, auxiliados por dom Rodolfo Luís Weber, arcebispo de Passo Fundo, refletiram sobre os acontecimentos que levaram à morte de Jesus. A comunidade participou também, da tradicional procissão do Senhor Morto, ao redor da Praça Marechal Floriano.

“Essa semana retoma vários ensinamentos de Jesus. E os textos que guiam as celebrações não são para simplesmente estudar história. São, sim, para se fazer presente na vida de Cristo – o que, de fato, interfere no nosso modo de viver agora. O Evangelho não é apenas uma informação, mas nos faz viver e ser de uma certa maneira”, ressaltou e acrescentou que o ensinamento de Jesus sobre o seguir apresenta um novo sentido para a cruz. “Seguir os passos de Cristo é, junto com Ele, fazer a cruz ter um novo sentido por causa daquele que lá morreu e da maneira que morreu. Isso prova que esse Deus tem o poder de transformar mesmo as coisas mais bárbaras”, complementou.

O arcebispo destacou, ainda, que a missão do cristão que segue os passos de Jesus é, assim como Ele, valorizar e priorizar a vida. “Quando caminhamos do modo que Ele caminhou, conseguimos gerar vida. E a nossa missão é justamente essa: dar seguimento ao ensinamento do Senhor”, concluiu.

Programação 
A programação da Semana Santa segue neste sábado, dia 20, às 19h, onde a comunidade vai celebrar a Vigília Pascal com a bênção do fogo e da água. No domingo, as missas acontecem às 7h30, às 9h, às 10h30, às 18h e às 20h.

Gostou? Compartilhe