OPINIÃO

JR 25 anos

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Câmara de Vereadores homenageou os 25 anos da Empresa JR Comércio de Cimentos e tivemos o plenário lotado com vários amigos dos empresários, autoridades e clientes. Muita emoção, mostrando a criação da JR e o seu crescimento.

JR 25 anos II
Visionário é a palavra que demostra a ação de um homem forte e corajoso que, ao contrário daqueles que especulam e exploram, resolveu investir e acreditar no potencial da cidade e da região. Procurou novas tecnologias, serviços e facilidades aos seus clientes e colocou neste setor Passo Fundo em destaque. Roberto e João Andreetta foram homens que acreditaram no potencial da cidade e das pessoas e por isto hoje, Roberto, representando a família merece o reconhecimento e agradecimento.

JR 25 anos III
De todo o patrimônio, conquistas, resultados, o mais importante e valoroso que Roberto Andreetta garantiu foi a família. Roberto falava, falava e se emocionava na tribuna da Câmara e não foi por uma e nem duas vezes que a voz embarcou com as lembranças do pai e também do trabalho incansável da mãe na lavoura. O maior patrimônio de Roberto se demostrava no olhar dos irmãos Jonatas Andreetta e Elenice Andreetta Goetz e mãe Nair Andreetta que olhavam para ele na tribuna com amor, afeto, admiração, carinho e gratidão. Aqueles olhares valem mais do que qualquer coisa e esta é com certeza a demonstração que Roberto Andreetta acima de um extraordinário empresário, é um grande cidadão e um exemplar cristão. Parabéns Roberto, parabéns a toda família Andreetta e família JR. Que venha a comemoração dos 100 anos desta grande empresa, que na realidade é uma grande família.

SUSAF
Fechamos um ano do decreto do então Governador Sartori para credenciar a cidade de Passo Fundo para o SUSAF, o sistema que garante a cidade poder autorizar estabelecimentos a venderem seus produtos para outras cidades do Estado. Linguiças, leites, queijos, entre outros, mas que lamentavelmente não evoluiu nada. Hoje perdemos para Marau, Vila Maria, Tio Hugo e Erechim, para falarmos de cidades próximas, pois se formos para outras regiões poderíamos apontar outras tantas.

 

SUSAF II
O que acontece com Passo Fundo? O que temos de tão errado em nossa cidade que não avançam estes credenciamentos para os lacticínios? Quem é contra? Quem atrapalha? Conversas e mais conversas, reuniões e outras tantas reuniões e a coisa não avança.

SUSAF III
Dizem que são as empresas que não se adequaram, mas seus produtos são vendidos em todos os mini mercados e grandes supermercados da cidade e o que impede dos mesmos serem comercializados em outros municípios. O que tem que não se resolve, que a Prefeitura não consegue avançar nesta área e perdemos em geração de empregos e renda.

SUSAF IV
Mistério e mistério dos grandes, pois Passo Fundo tem algumas coisas que nos fazem pensar se na verdade não temos conspiração de algumas pessoas. Vejam só, lacticínios de Marau podem vender para todo o Estado e Passo Fundo não. Passo Fundo tem verba para Aeroporto e presídio e os projetos não avançam e quando andam estão errados. Mistério.
Eduardo Leite
Posts de críticas e ofensas, mas nenhuma surpresa com as ações de Eduardo Leite, pois ele sempre foi claro quanto a sua posição política, ideológica e defesa de uma economia privada e com Estado mínimo. Governou Pelotas e nos debates foi claro quanto as suas posições.

Eleição
A eleição de 2020 já iniciou e os políticos que discursam para a plateia se apresentam e pior que são aplaudidos, depois as surpresas chegam e as decepções também.

Gostou? Compartilhe