Município encaminha recurso ao Estado após classificação na bandeira vermelha

Município de Passo Fundo entende que está no nível 2, de bandeira laranja

Por
· 1 min de leitura
(Foto: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Na última sexta-feira (26) Passo Fundo foi classificada em bandeira vermelha pelo plano de distanciamento do Estado. Neste sábado (27), um recurso foi protocolado devido ao questionamento de alguns dados que fizeram a cidade passar da cor laranja para a vermelha. O Governo do Estado dá 36 horas, após a divulgação das bandeiras, para contestações.

Conforme o prefeito Luciano Azevedo, o recurso foi elaborado com todos os cuidados jurídicos e sanitários. “Nós estamos tendo todo o critério para verificar aqueles pontos de discordância eventuais ao Governo do Estado, com absoluto cuidado com a saúde da população. Existe um sentimento de injustiça, mas vamos contestar respeitosamente, dentro da regra que foi estabelecida pelo governo. Temos muita esperança e muita expectativa de que o governo possa ser sensível aos nossos argumentos e possa manter Passo Fundo e toda a região na bandeira laranja”, afirmou.

O principal questionamento é em relação aos critérios que o Estado usou para classificar a região e Passo Fundo, como o uso do arredondamento. O Município entende que está no nível 2 de bandeira laranja, pelos próprios dados fornecidos pelo Estado. Entretanto, pelo critério de arredondamento, a região foi colocada em nível 3.

O Comitê de Orientação Emergencial (COE) também se reuniu para fornecer subsídios e informações. Um dos pontos destacados é o cálculo de ocupação geral das UTIs e da UTI covid, um dos itens de cálculo. Nas UTIs, o município conta com pessoas de cidades que não fazem parte da região que Passo Fundo pertence, conforme é considerado pelo Estado no cálculo. Entretanto, mesmo assim, essas cidades contam como se fossem da região de Passo Fundo.

Passo Fundo conta com dois recursos, um do município e outro realizado através da Associação dos Municípios do Planalto (Ampla)

Gostou? Compartilhe