Noite de homenagens e de falar sobre empreendedorismo

Por
· 1 min de leitura
Múcio de Castro recepcionou mais de 250 homenageados

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 

Os desafios do empreendedorismo no Brasil passam por investimentos em gestão de pessoas, gestão financeira, formação de líderes, inovação, marketing de vendas e menos burocracia. O recado foi dado na noite de quarta-feira pelo empresário e publicitário Gil Kurtz durante palestra aos homenageados e convidados do Destaque Empresarial 2019. O evento, já tradicional nesta época do ano, é promovido pelo Jornal O Nacional desde o começo dos anos 2000. O publicitário citou vários cases de sucesso, destacando que para empreender não basta apenas ter fé. Tem que planejar e agir. “Um lenhador não despedaça um tronco apenas com fé. Ele precisa acreditar que é forte, ou ao menos se esforçar para aumentar sua força, mas precisa também de um plano mínimo para escolher a árvore, cortar e fazer a lenha. Se ele não reunir as táticas e ferramentas certas, só colherá gravetos”, disse.
Ele também citou que o Rio Grande do Sul precisa melhorar muito sua visão em relação ao empreendedorismo, pois no rancking nacional está mal posicionado quando o assunto é incentivo.
O director presidente do Grupo ON de Comunicação Múcio de Castro Filho parabenizou aos homenageados da noite dizendo que todos tiveram o mérito de se destacar em suas areas e, especialmente, superar um ano que foi extremamente difícil para todos. Com orgulho citou o lançamento do Prêmio Responsabilidade Social dado ao empresário Fernando Miranda por sua dedicação ao Instituto Histórico Regional.
O prefeito Luciano Azevedo enfatizou que se Passo Fundo vive um bom momento, apesar das dificuldades e da crise ainda sentidas pelo país, isso se deve ao trabalho individual de cada cidadão e da capacidade empreendedorada cidade. Destacou a importância de um veículo de comunicação impresso como o Jornal O Nacional, prestes a completar seu centenário, numa época em que os jornais vem passando por transformações em todo o mundo.

Prêmio
As 75 lideranças, empresários, empresas e instituições que ganharam o prêmio foram as mais citadas por um grupo de 60 pessoas que representam diversos segmentos da sociedade. Cerca de 250 pessoas participaram do jantar servido no Clube Comercial. O troféu foi especialmente feito pela Bronzarte. A noite também foi abrilhantada pelos músicos Rodrigo Ávila, no Sax, e Samuel Daronch, no teclado.

 

Gostou? Compartilhe