Paz sobre rodas

Exposição de ghost bikes sensibiliza sobre respeito aos ciclistas na Semana Nacional do Trânsito

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Largo da Literatura, localizado no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Ângelo Pretto, tem entre suas principais característica o trânsito intenso, tanto de veículos quanto de pedestres. Esse foi o local escolhido para a exposição Ghost Bikes, realizada pela UPF com apoio da Prefeitura Municipal de Passo Fundo nesta sexta-feira, 23 de setembro. A ação integra a Semana Nacional do Trânsito, que ocorre entre 18 e 25 deste mês. A exposição, que provocou reflexões sobre o respeito aos ciclistas, é uma iniciativa da Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (VREAC), por meio do programa UniverCidade Educadora, e do curso de Artes Visuais.

As ghost bikes são bicicletas brancas instaladas mundo afora em locais de acidentes fatais com ciclistas. “Não queremos acidentes desse tipo em Passo Fundo. Nossa intenção é que as bicicletas expostas hoje sensibilizem para o cuidado com os ciclistas, evitando que um dia tenhamos ghost bikes permanentes”, explica a professora Mariane Sbeghen, coordenadora do curso de Artes Visuais e idealizadora da exposição. A ação também foi marcada pela sustentabilidade, pois todos os itens utilizados foram reaproveitados: partes de bicicletas, papéis com os quais foram feitos origamis e banners. Também houve entrega de panfletos, fornecidos pela Prefeitura Municipal.

A exposição incorpora ações de extensão às atividades dos cursos de graduação, evidenciando que a arte tem o poder de promover avanços na sociedade, ao invés de ser algo meramente agradável aos sentidos. A coordenadora do UniverCidade Educadora, Daniela dos Santos, enfatiza que iniciativas como essa demonstram os objetivos do programa. “Nossa atuação promove a articula ações educativas relacionadas à mobilidade urbana em Passo Fundo. Essas ações se incorporam às diferentes áreas do conhecimento, aproximando os acadêmicos, a comunidade e a Universidade”, explicou.

Contribuição internacional

Atuaram na confecção dos materiais e no contato com a comunidade durante a exposição os bolsistas Paidex e acadêmicos de Artes Visuais Amábile Scorteganha, Bianca Barbosa Antunes, Raqueli Cades e Miguel Torres Ramires, que é espanhol e participa de intercâmbio acadêmico na UPF.

Centro de Eventos

A exposição poderá ser visitada no Centro de Eventos, Campus I da UPF, nos próximos dias.

Gostou? Compartilhe