Plano Diretor: Momento de ouvir a comunidade

Nesta etapa, que é a terceira do processo de revisão, foram programadas 11 oficinas temáticas para receber propostas, críticas e sugestões da população

Por
· 2 min de leitura
Propostas sobre os temas são discutidas por pequenos grupos nas oficinas

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Faixa exclusiva para ônibus, zona azul em centralidades de bairros, atividades no entorno das rotas de transporte público e regramento para carga e descarga. Os quatro temas sugestivos guiaram o debate da segunda oficina do Plano Diretor, na tarde de ontem (18), na Imed. Nesta etapa, que é a terceira do processo de revisão, foram programados 11 encontros temáticos. Três deles foram realizados ontem: desenvolvimento econômico e inovação, transporte motorizado e transporte não motorizado. A dinâmica das oficinas segue um padrão. Em um primeiro momento, o diagnóstico da Prefeitura sobre o aspecto que está sendo tratado, é reapresentado. Em seguida, há uma palestra ou vídeo debatendo o tema.
No encontro sobre mobilidade urbana – transporte motorizado, por exemplo, foi passado um vídeo do o arquiteto e urbanista dinamarquês Jan Gehl falando sobre o conceito de cidade para as pessoas e a necessidade de um planejamento urbano que priorize a qualidade de vida das pessoas, o que necessariamente inclui questões de transporte e deslocamento. Depois, os presentes são divididos em grupos, quando então dão início ao debate de proposições. A cada grupo é dada a tarefa de discutir e apresentar até cinco propostas. No retorno, ao auditório, cada grupo apresenta as sugestões que são coladas em um cartaz para facilitar a visualização.


“Essas propostas vão para a Secretaria de Planejamento, vão ser reunidas com as propostas que já apareceram em outras oficinas, com as propostas que as entidades já mandaram e com o que está sendo enviado pelo site”, explica a titular da pasta de Planejamento, Ana Paula Wickert. Até o dia 8, as pessoas podem acessar o site da Prefeitura de Passo Fundo e encaminhar sugestões.


Os encontros têm o objetivo de fazer uma construção coletiva de propostas, englobando o debate dos objetivos, diretrizes, metas e eixos estratégicos do Plano Diretor, além de proposições relativas aos instrumentos do Estatuto das Cidades, ordenamento territorial e o modelo espacial idealizado no conceito do Plano Diretor, entre outros aspectos relevantes. As oficinas vão até o dia 21 de fevereiro.


Programação
- Dia 19 de fevereiro (terça-feira)
Tema: Meio Ambiente e Ocupação do Território – Paisagem e Patrimônio
Local: Imed (rua Senador Pinheiro, 304 – Vila Rodrigues)
Horário: 8h

- Dia 19 de fevereiro (terça-feira)
Tema: Espaços Públicos e Equipamentos Sociais – Equipamentos Sociais
Local: Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805 – Centro)
Horário: 13h30

- Dia 19 de fevereiro (terça-feira)
Tema: Espaços Públicos e Equipamentos Sociais – Espaços Públicos e Equipamentos de Lazer
Local: Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805 – Centro)
Horário: 16h

- Dia 20 de fevereiro (quarta-feira)
Tema: Meio Ambiente e Ocupação do Território – Habitação e Ocupações
Local: Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805 – Centro)
Horário: 8h

- Dia 20 de fevereiro (quarta-feira)
Tema: Meio Ambiente e Ocupação do Território – Uso e Ocupação do Solo
Local: Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805 – Centro)
Horário: 13h30

- Dia 20 de fevereiro (quarta-feira)
Tema: Meio Ambiente e Ocupação do Território – Meio Ambiente
Local: Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805 – Centro)
Horário: 16h

- Dia 21 de fevereiro (quinta-feira)
Tema: Gestão, Participação e Controle Social – Instrumentos do Estatuto das Cidades
Local: CTG Lalau Miranda (rua Uruguai, 11 – Centro)
Horário: 13h30

- Dia 21 de fevereiro (quinta-feira)
Tema: Gestão, Participação e Controle Social
Local: CTG Lalau Miranda (rua Uruguai, 11 – Centro)
Horário: 16h

Gostou? Compartilhe