OPINIÃO

Ponto de vista

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Ao exigir punição exemplar aos grevistas que avançaram além dos limites da legalidade, a presidente Dilma Rousseff (PT) alarga ainda mais o índice de aprovação da nação brasileira. Ao se irritar com a conduta de setores do funcionalismo como, por exemplo, a Polícia Rodoviária Federal, a ex. integrante da Vanguarda Armada Revolucionária Palmares, cobrou do ministro José Eduardo Cardoso (PT), da Justiça, a identificação dos servidores.

II
Diferentemente do ex. presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), seu mentor e principal cabo eleitoral em 2010, a mandatária número um não tem sido condescendente com as greves de servidores públicos federais. A imagem de uma placa instalada na Via Dutra, junto a um posto da Polícia Rodoviária com os dizeres “Passagem livre para traficantes de armas e drogas” provocou a revolta de milhões de contribuintes, e a ira da presidente.

III
A decisão do Ministério do Planejamento de não avançar além dos 15,8% de reajuste, em três parcelas, reflete a posição de Dilma. Outra medida que teve imediato efeito no arrefecimento da greve se deu com a decisão do corte do ponto e o desconto dos dias parados dos mais de onze mil servidores que cruzaram os braços. O pedido de liminar feito pela Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal junto ao STF contra o desconto não surtiu o efeito esperado.

IV
Enquanto o ex. presidente da república se dedica de corpo e alma na eleição dos prefeitos dos maiores municípios do país, sua sucessora concentra todos os esforços na gestão do governo. Ela já avisou que não vai subir em palanque e muito menos pedir votos a correligionários. As peças estão distribuídas no tabuleiro e pelo visto já é sabido quem vai dar o xeque-mate. O chamado fogo amigo não surtiu o efeito esperado e será preciso muito mais do que uma greve para que Dilma Rousseff não seja candidata à reeleição daqui a dois anos.
 
Curtas:
# Com o início da propaganda eleitoral de rádio na terça-feira (21), a campanha finalmente chegou às ruas de Getúlio Vargas.

# Além do esmero na elaboração dos programas radiofônicos, os materiais impressos e jingles, produzidos por profissionais do ramo, melhoraram significativamente em relação à de 2008.

# A decisão do pleno TRE/RS, que na sessão de segunda-feira (20) acatou o pedido de indeferimento da candidatura de Dino Giaretta (PT) a prefeito de Getúlio Vargas, repercutiu no Alto Uruguai.

# A advogada Maritania Lucia Dallagnoll, que representa o ex. prefeito e que agora busca um terceiro mandato, vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral.

# Nota distribuída a imprensa pela coordenação de campanha dá conta que a decisão partiu de uma argumentação equivocada de que o TCE/RS teria reprovado as contas do então prefeito Dino Giaretta (PT).

# Porém, segundo a nota, as contas foram devidamente aprovadas pelo TCE e reprovadas na Câmara Municipal de Vereadores onde a bancada de oposição era maioria.

# O Tribunal Regional Eleitoral do RS recebeu 503 recursos e até à tarde de quarta-feira (22) os magistrados já haviam analisado 279 deles.

# Na sessão do legislativo instalado no prédio histórico localizado na esquina da Av. Borges/Leão, foi aprovado por unanimidade. no último dia 16, um projeto de autoria do vereador Dinarte Farias (PP).

# O referido Projeto de Lei Legislativo nº 006/2012 institui o programa “Internet para Todos” no município de Getúlio Vargas.

Dito & Feito:  
Empresário e presidente da Getúlio Vargas Empreendimentos Turísticos S.A., Arlei Karpinski participou da 31ª Expoagas realizada entre terça (21) e quinta-feira (23) no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre. Representante da Agas para a região de Getúlio Vargas, Arlei aproveitou para reforçar entre os colegas supermercadistas gaúchos o projeto que objetiva implantar uma cervejaria em Getúlio Vargas, investimento orçado em R$ 60 milhões.

Gostou? Compartilhe