Potencial de consumo cresceu 7% em 2018

Segundo pesquisa do IPC Maps, estimativa de gastos de Passo Fundo no ano passado foi de R$ 6,1 bilhões

Por
· 2 min de leitura
Passo Fundo é a 9ª cidade com melhor potencial de consumo do Estado

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O potencial de consumo de Passo Fundo alcançou os R$ 6,1 bilhões em 2018. O crescimento é de 7% em relação a 2017, quando a estimativa era de R$ 5,7 bilhões. No ranking estadual, o município retomou a colocação de 2016, de 9º lugar. No ranking nacional o município também subiu na tabela. De 114º, que ocupava em 2017, foi para 112º em 2018. As informações são da pesquisa IPC Maps 2018, que estima o consumo nas cidades brasileiras.

 

Por categorias
A manutenção do lar ocupa a fatia mais expressiva de gastos, com estimativa de R$ 1,5 bilhões. A alimentação no domicílio representa mais R$ 749,7 milhões e a alimentação fora outros R$ 273 milhões. Com bebidas, o gasto deve chegar a R$ 98,7 milhões. Confira o potencial de consumo de cada categoria na tabela.

 

Por classe
Das 70,6 mil residências em Passo Fundo, quase 30% são da classe C1. A C2 representa outros 24%. Já a B2, responsável pelo maior índice de consumo, tem 22% das casas do município. O índice de consumo dessa classe é superior a 32%. A classe D/E tem 14,4% dos domicílios e não consome 4%. Na outra ponta, o cenário se inverte. A classe A tem 3% das residências e consome 10,3%.


Categorias                                               Valor total

Alimentação no Domicilio                        R$ 749.769.773,00

Alimentação fora do Domicilio                 R$ 273.284.025,00

Bebidas                                                R$ 98.748.401,00

Manutenção do Lar                                R$ 1.552.211.866,00

Artigos de Limpeza                                R$ 38.458.865,00

Mobiliários e Artigos do Lar                     R$ 127.963.077,00

Eletrodomésticos e Equips.                     R$ 140.828.884,00

Vestuário Confeccionado                         R$ 200.180.950,00

Calçados                                               R$ 96.227.165,00

Outras Despesas com Vestuário              R$ 12.097.049,00

Transportes Urbanos                              R$ 115.062.134,00

Gastos com Veículo Próprio                     R$ 338.605.401,00

Higiene e Cuidados Pessoais                   R$ 123.033.355,00

Gastos com Medicamentos                      R$ 211.372.957,00

Outras Despesas com Saúde                    R$ 166.956.175,00

Livros e Material Escolar                          R$ 21.989.548,00

Matrículas e Mensalidades                        R$ 96.961.720,00

Despesas com Recreação e Cultura           R$ 100.825.795,00

Despesas com Viagens                             R$ 97.761.916,00

Fumo                                                     R$ 46.475.223,00

Materiais de Construção                          R$ 286.289.616,00

Outras Despesas                                    R$ 136.998.037,00

Total consumo urbano                             R$ 6.032.101.934,00

Consumo rural                                        R$ 108.714.036,00

Total consumo em Passo Fundo          R$6.140.815.970,00

 

Referência regional
“A história do comércio em Passo Fundo é marcada por espaços tradicionais que vendiam artigos em geral e se localizavam em quatro vias principais: a Avenida Brasil (que inclusive se chamava Rua do Comércio), a Moron, a Bento Gonçalves e a General Netto. Estes estabelecimentos tradicionais acompanharam o crescimento e a evolução da cidade que, com o decorrer do tempo, se tornou uma cidade polo em diversas áreas. Com o passar dos anos, o comércio de Passo Fundo se tornou referência regional, trazendo a população das cidades vizinhas para consumir aqui. A localização da cidade, a variedade de preços e produtos, as lojas de rua, os shoppings e as grandes redes que nasceram ou se instalaram em Passo Fundo são alguns dos motivos que tornam nossa cidade um polo no setor”. Carina Sobiesiak, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Passo Fundo.

 

Bella Città Shopping
O Bella Città Shopping, que completou 20 anos em 2018, abrange um público de mais de 800 mil pessoas de 80 municípios de Passo Fundo. O Shopping tem duas Praças de Alimentação e 115 lojas distribuídas em quatro andares, cinemas e espaço cultural. Também oferece três andares de estacionamento com vagas cobertas com capacidade para circulação diária de 3,6 mil veículos.

Passo Fundo Shopping
Inaugurado em novembro do ano passado o Passo Fundo Shopping tem recebido uma média de 380 mil pessoas por mês, quase 2 milhões de pessoas até agora. O Shopping tem nove lojas âncoras,14 megalojas, 144 satélites, praça de alimentação, espaços para vivências com um lago externo para eventos e esportes de aventuras, restaurantes, complexo de cinemas com cinco salas. 

Gostou? Compartilhe