OPINIÃO

Primeiro Assalto ao Trem Pagador

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A história regional tem sido nos últimos anos foco de inúmeros trabalhos acadêmicos. Os cursos de graduação e pós-graduação da Universidade de Passo Fundo e da Universidade Regional Integrada apresentam com frequência ao mercado editorial novos títulos. De igual modo instituições culturais de âmbito público e privado, como o Instituto Histórico e Geográfico de Getúlio Vargas, Academia Passo-fundense de Letras, entre outras.

II

Em menor escala temas locais também tem sido objeto de trabalho na área cinematográfica. O diretor Osnei de Lima e a Cia. Brasileira de Cinema, da cidade de Erechim, deve apresentar em breve sua mais recente produção: Os Monarcas – A Lenda. Esta e outras iniciativas tem encontrado o apoio necessário graças às leis de incentivo a cultura e dos patrocinadores que há tempos descobriram os resultados positivos ao associarem suas marcas a produções culturais.

I I I

O mais recente trabalho da sétima arte voltado para a história local leva a assinatura de Ernoy Mattiello. O filme “Primeiro Assalto Ao Trem Pagador” será exibido na próxima sexta-feira (5), às 20 horas, no Cento Cultural 25 de Julho, em Erechim. O “docudrama”, como está sendo chamado por Martiello, recria o cenário do primeiro atentado contra um trem pagador na América Latina. Fontes históricas que registraram o episódio ocorrido há mais de um século foram imprescindíveis para o roteiro.

I V

No domingo, 24 de outubro de 1909, na Região do Contestado (SC), onde está localizado o município de Pinheiro Preto, José Antônio de Oliveira, empreiteiro e construtor do trecho da ferrovia, executou o assalto. A audácia do ex-combatente da Revolução Federalista (1893–1895), Zeca Vaccariano, como era chamado o empreiteiro, seria repetida em 1960, no assalto a trem pagador da Central do Brasil.

Curtas:

 # A mobilização dos prefeitos, capitaneados pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) foi determinante para que a Câmara Federal derrubasse os vetos dos roialtyes do petróleo.

# As novas regras de distribuição devem corrigir uma distorção histórica que beneficiava até então uma diminuta parcela dos municípios, em sua maioria do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

# Na região as mudanças devem garantir um acréscimo de R$ 357.779,00 no orçamento dos municípios de Charrua, Erebango, Estação, Floriano Peixoto, Ipiranga do Sul e Sertão.

# O município de Getúlio Vargas, que em 2011 recebeu R$ 115.588,00 passará a receber R$ 711.885,00, um acréscimo de R$ 596.297,00.

# Experiência bem sucedida, a Ouvidoria da Prefeitura de Erechim tem servido de modelo para municípios do RS e do Brasil.

# Funcionando como canal interlocutor entre a população e o governo municipal, a iniciativa adotada em 2011 tem como ouvidora Michele Onhatte.

# Só no ano passado a Ouvidoria Municipal recebeu mais de 26 mil ligações, permitindo deste modo melhorar o atendimento prestado pelos servidores e os serviços prestados no maior município do Alto Uruguai.

Dito & Feito: O Médico Alcides Mandelli Stumf chega ao quarto mandato à frente da Unimed Erechim. Ocupando cargos decisórios na cooperativa desde o final da década de 1990, Stumpf foi reeleito por aclamação durante assembleia realizada na última segunda-feira (5). O vice-presidente Paulo Roberto Jaskulski também integra a diretoria executiva que estará à frente da Unimed Erechim até 2016.

Gostou? Compartilhe