Professores iniciam preparação para ano letivo 2020

Início das aulas para mais de 16 mil alunos está marcado 17 de fevereiro

Por
· 1 min de leitura
Centenas de educadores foram recepecionados durante evento na manhã de ontem

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Centenas de professores da rede municipal de ensino foram rececepcionados pela prefeitura, Centro Municipal de Professores (CMP) e Sindicato dos Servidores Municipais de Passo Fundo (Simpasso), na manhã de ontem, no auditório do Centro de Distribuição das Farmácias São João, para mais um ano letivo. As aulas reiniciarão no dia 17 de fevereiro. São esperados mais de 16 mil alunos retornarão para as escolas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental.


O encontro dos professores deu início à Semana Pedagógica, momento em que é feito o planejamento anual das escolas. Serão cinco dias de diálogo para ambientar os educadores às turmas e aos perfis de alunos que atenderão e de construções de propostas para potencializar a qualidade do ensino.Além dos professores, os diretores recebem atenção especial para o início do ano letivo. Na semana passada, mais de 70 profissionais foram preparados para o exercício administrativo das instituições.


Durante a abertura, o secretário de Educação, Edemilson Brandão, elogiou os educadores pelo comprometimento com as escolas, os alunos e as famílias. “Nesses sete anos na Secretaria de Educação, pude presenciar o quanto foi importante apostar no professor. A educação pública municipal se destaca, e se destaca por conta de vocês”, disse.


O prefeito Luciano Azevedo destacou algumas ações realizadas ao logo do mandato. “Estamos chegando ao fim da nossa gestão com a sensação de dever cumprido. Inauguramos 17 escolas e, para atendê-las, contratamos 600 novos professores. Também garantimos tudo o que a lei prevê. Não como um favor, mas como justiça aos nossos educadores. Além do salário, oferecemos respeito e valorização”, destacou.
Conforme Edemilson, a atividades elaboradas para capacitar os educadores também são uma maneira de evidenciar a grandeza do seu trabalho em prol de melhorias nas suas comunidades. “Esses são, ao mesmo tempo, momentos para unirmos forças e desejarmos sucesso a todos os profissionais, que vêm transformando a vida de mais de 16 mil crianças e jovens da nossa cidade”, salientou.

 

Gostou? Compartilhe