Robótica é nova opção de Curso Livre do Menino Jesus

Estudantes e responsáveis foram apresentado ao método que envolve e desafia crianças em todo o mundo a desenvolver competências, habilidades e conhecimento

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A partir do ano letivo de 2014, a tecnologia, seu funcionamento e desenvolvimento serão assuntos estudados, na Escola Notre Dame Menino Jesus, através do novo Curso Livre ofertado aos estudantes. A Robótica Educacional, atividade optativa disponível no turno inverso a partir do 2º Ano do Ensino Fundamental, promove o estudo de conceitos multidisciplinares, como a física, a matemática, a geografia, as artes e a biologia, entre outros. Foi para que estudantes e responsáveis conhecessem a metodologia do curso endossado pela Lego, que a instituição de ensino promoveu, na terça-feira (25), palestra com o Coordenador de Projetos da multinacional, no Rio Grande do Sul, Fabiano Freitas. Durante o encontro, realizado no Auditório da Escola, Fabiano descreveu as duas modalidades de curso ofertadas: uma para estudantes a partir dos sete anos e outra para os maiores de dez anos.
No programa Genius, indicado para estudantes a partir do 2º Ano do Ensino Fundamental, por meio de um ambiente de aprendizagem lúdico e desafiador, o raciocínio lógico, a criatividade, a autonomia e o desenvolvimento de diversas habilidades e competências são estimulados, de forma que os estudantes sejam introduzidos ao mundo da ciência e da tecnologia. O programa é semestral e é dividido em seis temporadas, com aulas semanais de 90 minutos. Durante elas, os alunos aprenderão conceitos tecnológicos, farão programações, montarão robôs com os kits de robótica da LEGO e compartilharão suas soluções com os demais colegas de equipe.

Já, o programa Líder usa a robótica como ferramenta para ajudar crianças a partir de 10 anos a desenvolverem seu potencial empreendedor. Com duração de seis semestres, ele se baseia em fascículos com roteiros em histórias em quadrinhos que trazem aventuras enigmáticas que motivam os estudantes a criar, em grupos, projetos de robótica em um ambiente envolvente e desafiador. 

Em ambos os programas, que tem mais de 2mil estudantes matriculados no Brasil e já foi adotado por 36 escolas gaúchas, os estudantes são levados a pensar na essência do problema, assimilando-o para, posteriormente, acomodá-lo em seu conhecimento, durante o processo de construção de um experimento. Neste Curso Livre, o educador deixa de ser o provedor de informações para tornar-se parceiro no processo de aprendizagem, pois a multidisciplinaridade da Robótica demanda integração para desenvolver o trabalho colaborativo e respeito ao grau de cognição, motricidade, iniciação científica, alfabetização tecnológica, estruturação do raciocínio lógico e empreendedorismo de cada um dos envolvidos. As inscrições para o Curso Livre estão abertas até a sexta-feira (28) e o início das aulas está previsto para meados de abril.

 

 

Gostou? Compartilhe