OPINIÃO

Teclando

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Remendo é remendo


“Decolar é opcional, pousar é obrigatório”. O ditado popular da aviação é antigo, mas serve para uma reflexão sobre o Aeroporto Lauro Kourtz. O problema está na origem, pois iniciou a partir de um remendo no velho campo de pouso da Brigada Militar. Isso, claro, por questões políticas. Foi no governo Ildo Meneghetti, quando abandonaram as obras de um grande aeroporto iniciadas no governo Leonel Brizola. Então surgiu uma grotesca pista cheia de pedras. Remendaram com uma tirinha de asfalto. Depois espicharam no comprimento. Ganhou alguns irrisórios metros na largura. E os remendos prosseguiram. E persistem. Mas o aeroporto continua mal localizado, em um ponto muito elevado e com a pista fora do eixo do vento predominante. Ou seja, tem restrições operacionais. E, por essas restrições, lá se vai a Avianca. E por essas restrições, dificilmente virá outra empresa com aviões de porte. E continuarão remendando. Em Passo Fundo remendar é obrigatório e pousar é opcional.

Rombo

O excesso de feriados é motivo de preocupação para os lojistas. Segundo divulgou a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul, cada dia parado no Rio Grande do Sul representa R$ 1,26 bilhão à economia do estado e cerca de R$ 160 milhões ao comércio varejista. “Desta forma, em 2017 teremos uma perda de R$ 8,82 bilhões para o estado e R$ 1,12 bilhão para o varejo”, destacou o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch. A propósito, em 2017 os supermercados de Passo Fundo não abrirão as portas em 21 dias: dez feriados, nove domingos e dois pontos facultativos. É o equivalente a três semanas com as portas fechadas. Quanto representa isso?

Agregar


Parece que essa é a ordem no Esporte Clube Passo Fundo. Na semana passada o Vermelhão da Serra recebeu um bom público nas arquibancadas e no salão de eventos. A festa de aniversário foi um sucesso. Destaque para a renovação dos participantes, demonstrando que o clube está atraindo novos simpatizantes. O presidente Evandro Zambonato foi muito hábil ao escolher o diretor social Genes Nogueira, o Compadre Lagoa. Nada melhor para a função do que um calejado expert em atividades festivas. Não poderia ser diferente, foi um sucesso. E, já pensando na próxima festa, o Lagoa promete ainda mais rigor no cronômetro e no termostato. Inclusive.

Céu azul


O curso de Piloto Privado pode ser muito importante na formação dos jovens. Não é apenas uma questão de propiciar isenção no serviço militar ou simplesmente aprender a pilotar. O brevê é patamar importante na formação profissional de pilotos comerciais, agrícolas ou de linhas aéreas. Porém, pelo conteúdo teórico e prático, proporciona conhecimentos de grande utilidade para toda vida. Da mecânica à aerodinâmica, da meteorologia à física são muitos os aprendizados. Interessante e oportuno, pois o Aeroclube de Passo Fundo está montando novas turmas. Uma excelente oportunidade para aqueles que desejam seguir a carreira de piloto, obter novos conhecimentos ou, simplesmente, ficarem mais próximos das nuvens.

--------------
Trilha sonora
Música e aviões, tudo a ver. A homenagem do maestro francês Franck Pourcel ao primeiro supersônico comercial, em 1976: Concorde.

Use o link ou clique o QR code
http://migre.me/vVlqD

 

Gostou? Compartilhe