OPINIÃO

Teclando

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Guerrilha santa
Desde a escola primária, passei por inúmeras deformações curriculares no ensino. Todas, invariavelmente, foram prejudiciais. Ainda hoje sofro pela supressão das aulas de Latim, Sociologia, Filosofia, Francês e Espanhol, além do contingenciamento (atualizando o vernáculo) nos currículos de física, matemática, história, geografia etc. Isso tudo após o golpe. Agora, mais de meio século depois, voltaram a picotar as grades escolares. É uma ação elitista, pois o alvo é a escola pública. Não haveria verbas, acabam custeios para pesquisas, projetos e qualificações. Cortes graduais, anúncios que se contradizem e, da base ao aperfeiçoamento, há um clima de incertezas. São ações que escancaram o desejo (ou seriam interesses?) em suprimir com a universidade pública. Além de esculhambarem com o ensino básico, ainda estão acabando com o direito de o pobre sonhar com um curso superior, um mestrado, um doutorado... Agora, circula por aí uma nota sobre uma inusitada disciplina no ensino público superior: ‘espiritualidade e liderança’. Mas isso deve ser fake news. Nas referências bibliográficas consta “Os Métodos de Administração de Jesus”, “Jesus Coach”, “Administração Segundo a Bíblia” etc. 

Se os estudos milenares como filosofia e sociologia ridiculamente passaram a ser vistos como ameaças, agora pegaram Jesus para Cristo. Parece que estão re-ressuscitando Cristo para reascender uma guerrilha santa. O incentivo ao desenvolvimento da espiritualidade sempre é benéfico, contanto que respeite as escolhas de cada um. A imposição de dogmas goela abaixo é um ato inquisitivo. Não tenho nada contra nenhuma doutrina. Mas entendo que não é justo e nem legal priorizar uma crença em detrimento das outras. Será que darão o mesmo espaço para as religiões afro-brasileiras? Ou ainda haveria algum interesse em sufocar a cultura afro-brasileira? Acho muito estranha essa proposta sobre a cadeira de ‘espiritualidade e liderança’. Aliás, confesso, não acredito nisso. Deve ser apenas mais uma nota falsa plantada nas redes sociais. Mas, pensando bem, até que parece ser uma inovadora forma de catequese. Ah, bobagem. Deve ser apenas uma brincadeira de mau gosto, sem pé nem cabeça, proposta sem bússola numa época sem destino. Não sou nenhum coach, mas entendo que espiritualidade é olhar para o próximo e respeitá-lo.

Vitrines apagadas
Antigamente (faz tempo) era moda um passeio para olhar as vitrines. À noite! Sim, as vitrines permaneciam abertas e bem iluminadas até determinado horário e atraiam muitos olhares. Acredito que por questões de segurança perdemos o brilho noturno da maioria das vitrines. Algumas poucas ainda ficam abertas até lá pelas 22 horas. Mas muitas lojas simplesmente abaixam as cortinas ao final do expediente. Os tempos são outros e isso justifica essa mudança de comportamento. Mas faria muito bem termos novamente vitrines bem iluminadas, gente caminhando pelas calçadas à noite. Os lúmens das vitrines ainda reforçariam a iluminação pública. Luz é vida. 

Iracélio
Nosso querido Acioly cumpre um período de prisão domiciliar, atendendo determinação de uma irrecorrível sentença médica. De acordo com a mais fidedigna fonte daquela casa, ele está muito bem e necessita apenas uma temporária imobilização. Enquanto isso, o Iracélio ficou totalmente perdido sem o seu fiel parceiro de Bar Oásis. Extraviado, nosso querido Turcão até parece um animal indócil no partidor. Vai de mesa em mesa e só fala sobre a ausência do Acioly. Tanto que Iracélio já está programando uma excursão da General Netto à Fagundes dos Reis. “Vamos lotar a van e fazer uma visita ao Professor”. Agora, só falta agendar data e horário para a caravana. Então, Tânia, entenda que isso não é uma ameaça. É apenas um aviso. Mantenha-se comportado, Alemão!

Trilha sonora
Esta é de 1991, com o cantor e composityor norte-americano Richard Marx – Hazard
Use o link https://bit.ly/2jXGsAm

 

Gostou? Compartilhe