Celso Dalberto é pré-candidato a prefeito pelo PSOL

Partido ainda conversa com outras legendas para definir formação da chapa

Por
· 1 min de leitura
Celso é formado em ciências econômicas Celso é formado em ciências econômicas
Celso é formado em ciências econômicas
Você prefere ouvir essa matéria?

O professor da rede estadual de ensino, Celso Dalberto, 59 anos, é o pré-candidato a prefeito de Passo Fundo, pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Concorrendo ao cargo pela terceira eleição consecutiva, Dalberto adiantou que o partido pretende focar o debate em questões nacionais e locais, envolvendo, principalmente, educação, saúde, geração de renda, emprego e habitação. “Temos uma compreensão de que o município não pode resolver sozinho as coisas. É preciso uma mudança mais ampla. Um exemplo é questão da pandemia. Não temos um plano de prevenção do governo federal. Ficou para os governadores e prefeitos. Assim como a aprovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). É preciso garantir os recursos públicos para podermos investir”, afirmou.

Ao falar da cena política local, Dalberto mencionou a importância de projetos para a habitação, principalmente envolvendo moradores das diversas ocupações existentes em Passo Fundo, e também na área da segurança. “Mesmo sendo atribuição do estado, o município pode desenvolver várias iniciativas para melhor a segurança em nossa cidade”, adiantou.


Sobre a decisão em colocar o nome mais uma vez à disposição do partido para concorrer, o professor justificou que o momento é de extrema importância para o debate. “Nossa proposta é mudar o rumo da política local. Estamos vivendo um momento atípico. Vamos levar adiante a bandeira do PSOL, que é a defesa da diversidade, da educação, da geração de emprego e renda e o combate ao racismo e à homofobia”.

Quanto à formação da chapa para a disputa do executivo, Dalberto disse que o PSOL está mantendo contato com representantes de outros partidos para avaliar uma possível coligação.




Gostou? Compartilhe