Mapa preliminar mantém Passo Fundo em bandeira vermelha

A região é a segunda com maior prevalência de hospitalizações entre as regiões Covid

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O mapa preliminar 17ª rodada do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira (28/8), mantém Passo Fundo em bandeira vermelha. A nota técnica, que justifica a manutenção da classificação, afirma que houve melhora nos indicadores da macrorregião. No entanto, entre outros fatores, o indicador de hospitalizações confirmadas para Covid-19 nos últimos 7 dias para cada 100 mil habitantes continua em bandeira preta. O indicador diminuiu, passando de 17,20 para 13,91. Ainda assim, é considerado bastante elevado. “Deixa a região com a segunda maior prevalência de hospitalizações entre as regiões Covid do Estado”, afirma o documento.

As hospitalizações por Covid-19 reduziram de 115 na semana anterior para 93 na última semana, uma redução de 19%. Também diminuiu o número de óbitos nos últimos sete dias, com 21 mortes frente a 26 no levantamento anterior. “Na razão entre os casos ativos na semana e recuperados nos 50 dias anteriores ao início da semana, o indicador manteve a bandeira amarela, com valor estável frente a semana anterior”, finaliza a nota.

Como aderiu à cogestão, Passo Fundo pode adotar protocolos menos restritivos à bandeira na qual está classificada, mas no mínimo igual à bandeira laranja. Já o pedido de recurso à classificação preliminar pode ser enviado até as 6h de domingo (30/8).

O Gabinete de Crise vai analisar os pedidos na segunda-feira (31/8) e o mapa definitivo, com as bandeiras vigentes de 1° a 7 de setembro, será divulgado na tarde da segunda, por meio de notícia publicada no portal de notícias do governo do Estado, sem transmissão ao vivo. O Executivo passará a fazer live somente uma vez por semana, sempre às quintas-feiras, às 14h.

Estado

No total 10 regiões, com 240 municípios e 6,1 milhões de pessoas (54,1% da população), estão sob risco epidemiológico alto para coronavírus.

Há seis semanas, cerca de 10,2 milhões de habitantes – 91% da população –, estavam com bandeira preliminar vermelha, o que indica redução de áreas sob risco alto de contágio.

Nesta 17ª rodada do Distanciamento Controlado, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Palmeira das Missões e Passo Fundo foram classificadas em vermelho. As outras 11 regiões estão com bandeira laranja (risco médio).

Até a tarde desta sexta, 11 regiões haviam aderido à cogestão, na qual as regiões podem adotar protocolos menos restritivos à bandeira na qual estão classificadas, mas no mínimo iguais à bandeira anterior: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul e Lajeado. Além disso, os pedidos de Santo Ângelo, Ijuí e Santa Rosa estão sob análise do governo.

Dos 240 municípios (do total de 497) classificados em bandeira vermelha, 113 cidades (562.251 habitantes, 5% do RS) podem adotar protocolos de bandeira laranja, sem necessidade de recurso, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias.

RESUMO DA 17ª RODADA

Regiões que apresentaram piora (2)

LARANJA > VERMELHO

  • Cruz Alta
  • Ijuí


Regiões que apresentaram melhora (4)

VERMELHO > LARANJA

  • Capão da Canoa
  • Pelotas
  • Santa Cruz do Sul
  • Lajeado


Regiões que permanecem iguais (15)

VERMELHA

  • Taquara
  • Novo Hamburgo
  • Canoas
  • Porto Alegre
  • Santo Ângelo
  • Santa Rosa
  • Palmeira das Missões
  • Passo Fundo


LARANJA

  • Santa Maria
  • Uruguaiana
  • Guaíba
  • Erechim
  • Bagé
  • Caxias do Sul
  • Cachoeira do Sul

Notícia atualizada às 18h26

Gostou? Compartilhe