RODOVIÁRIA DE PASSO FUNDO: Empresa Paim Bordignon segue sozinha na licitação

Após ser inabilitada, empresa de Minas Gerais não ingressou com recurso para recorrer

Por
· 1 min de leitura
Arquivo/ONArquivo/ON
Arquivo/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 A empresa Agiliza Comércio e Locação de Máquinas Ltda, de Sarzedo, Minas Gerais, desabilitada no processo de licitação que define a concessão da Estação Rodoviária de Passo Fundo, não ingressou com recurso para recorrer da decisão. O Prazo expirou na última terça-feira (25). Desta forma, a Paim Bordignon e Ltda, empresa de Passo Fundo que detém a concessão da rodoviária desde 1954, é a única na disputa. 

Encerrada essa fase, a proposta da Paim Bordignon será encaminhada para o Departamento de  Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), e submetida à análise técnica. As propostas de licitação para concessão dos serviços da Estação Rodoviária de Passo Fundo foram abertas, em 13 de agosto, na Central de Licitações do Governo Estadual (CelicRS). Na análise da documentação, a empresa de Minas não atendeu a todos os pontos do edital. 


Gostou? Compartilhe