Passo Fundo retorna à classificação de bandeira laranja

A região ficou sete semanas consecutivas sob a cor vermelha

Por
· 2 min de leitura
Apenas quatro regiões do estado estão em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)Apenas quatro regiões do estado estão em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Apenas quatro regiões do estado estão em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Governo do Rio Grande do Sul acatou ao recurso apresentado por Passo Fundo e a região voltou a ser classificada com a bandeira laranja, após sete semanas consecutivas sob a cor vermelha, no Plano de Distanciamento Controlado. O mapa definitivo, divulgado na tarde desta segunda-feira (31), entra em vigor a partir de amanhã e segue até o dia 7 de setembro.

Passo Fundo adotou o sistema de cogestão do Distanciamento Controlado, aplicando, enquanto estava em bandeira vermelha, protocolos de bandeira laranja. As regiões que estão classificadas em laranja podem adotar protocolos flexíveis, desde que não menos restritivos do que os de bandeira amarela.

Estado

O mapa do Rio Grande do Sul voltou a ficar predominantemente laranja. Após análise dos pedidos de reconsideração do resultado preliminar, bem como da reavaliação por parte do Gabinete de Crise de notas e trava de segurança previstos no modelo, a 17ª semana do Distanciamento Controlado tem 17 regiões com bandeira laranja. Com isso, apenas quatro regiões (Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí e Santa Rosa) ficaram com bandeira vermelha (risco alto).

O mapa definitivo, os protocolos determinados pelo Estado e os planos regionais aprovados podem ser acessados em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

O estado eliminou nesta rodada a trava para efetiva saída das regiões com avaliação de risco alta. Ou seja, para sair da bandeira vermelha ou preta, não serão mais necessárias duas semanas consecutivas em bandeira de menor avaliação de risco.

Novos protocolos

O governo definiu novos protocolos para diferentes bandeiras. Na bandeira laranja os serviços de educação física (academias, centro de treinamento, estúdios e similares) podem funcionar com 50% de trabalhadores e modo de operação presencial restrito, com distanciamento, sem contato físico e material individual (mín. 10m² por pessoa). Em piscinas abertas ou fechadas, os serviços de educação física podem funcionar da mesma forma, com limite de uma pessoa por raia. Os clubes sociais, esportivos e similares podem funcionar também com 50% trabalhadores e atendimento presencial restrito, com distanciamento, sem contato físico, material individual (min. 10m² por pessoa) e fica permitida a prática de esportes coletivos com contato exclusivo para atletas profissionais. O governo também incluiu a Portaria SES 582/2020, que dispõe de medidas a serem adotadas por esses estabelecimentos.

O estado definiu regras para Drive-in (espetáculos tipo cinema e shows). Na bandeira laranja eles podem funcionar com 75% das vagas e com distanciamento adequado. Em locais com bandeiras laranja e amarela o público deve permanecer dentro dos automóveis e a circulação de pessoas só está autorizada para ira aos sanitários, com uso de máscara e fila com distanciamento demarcado.

Também foram definidas regras para as convenções partidárias. Os partidos que desejarem realizar convenções partidárias de forma presencial visando as eleições municipais de 2020, deverã adotar medidas como uso obrigatório de máscara, etiqueta respiratória, higienização dos ambientes, ocupação dos assentos ou mesas deverá ser intercalada e com distanciamento social entre pessoas no local, independentemente se em local aberto ou fechado; entre outras.

Notícia atualizada às 18h11

Gostou? Compartilhe