Campanha vai debater violência contra a mulher

Lançamento será de forma virtual, através da plataforma Google Meet

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ONDivulgação/ON
Divulgação/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com o aumento dos registros de casos de violência contra a mulher durante o período da pandemia do coronavírus no Brasil, as discussões sobre o tema ganharam ainda mais importância. É visando a conscientização da população em geral sobre a questão, que o Comitê Popular por Saúde, Democracia e Direito de Passo Fundo irá lançar, na próxima terça-feira (8), uma campanha a nível municipal de incentivo à denúncia da violência contra a mulher.

Respeitando os protocolos de distanciamento social impostos pela pandemia do Covid-19, o lançamento oficial da campanha, intitulada “Denuncie a Violência contra a Mulher”, será realizado de forma virtual, através da plataforma Google Meet. O encontro terá início às 18h, tem duração prevista de cerca de uma hora e conta com a participação de agentes da rede de proteção das mulheres vítimas de violência, além da convidada especial do evento, Carmen Silva, socióloga e membra da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB).

A campanha possui o intuito de estimular a denúncia de episódios de violência contra a mulher e prevenir novos casos. Além disso, a ação também busca entender a forma como as mulheres vítimas de violência estão sendo atendidas na rede pública, desde a etapa da denúncia, até sua estruturação de vida sem o seu agressor. Para uma das integrantes do grupo de trabalho da campanha, Silvana Anziliero, a denúncia pode ser feita por qualquer pessoa que enxergue as ações de violência. “Não importa quem seja a pessoa ou a vítima, que a denúncia seja feita para que a violência, qualquer que seja, cesse”, reitera.

“Como está a rede de atendimento à mulher em Passo Fundo? O que vai acontecer depois da denúncia? Para onde essa mulher vai?”, indaga Silvana, com a intenção de trazer a elucidação dessas questões a partir da campanha. A ação está sendo organizada por 18 entidades representativas dentro do Comitê Popular por Saúde, Democracia e Direito do município.

Onde denunciar


Delegacia da Mulher de Passo Fundo

- WhatsApp: (51) 9 8444-0606 (Central de Denúncias)

- Telefone: (54) 3581-0725

- Plantão: (54) 3317-1111

- Endereço: Rua Nascimento Vargas, 153, 2° andar (ao lado do campo do quartel)

Ministério Público: mppassofundo@mprs.mp.br

SIM - Serviço de Informação à Mulher: (54) 9 9610-5291

Central de Atendimento: 180

Gostou? Compartilhe