Comércio passo-fundense adere à Semana do Brasil

Edição do ano passado impulsionou as vendas em até 41%

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Na próxima quinta-feira (03) será realizada nacionalmente a segunda edição da Semana do Brasil. O evento, que acontece até 13 de setembro, vai reunir o varejo e o comércio de produtos e serviços do país. A expectativa é que a ação aqueça as vendas, principalmente em razão da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Em Passo Fundo, a iniciativa tem o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sicredi. As expectativas para o evento são otimistas, de acordo com o presidente da CDL, Sérgio Giacomini. “A entidade vem trabalhando no sentido de priorizar que os consumidores e os próprios empresários prestigiem o comércio local”, destacou.

Criada originalmente pela Secretaria de Comunicação do Governo Federal (Secom) em 2019, a Semana Brasil será coordenada neste ano pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV). Em Passo Fundo, a CDL orienta que os lojistas façam campanhas atrativas com preços e condições especiais. “É importante ajudar a todos neste momento de retomada”, disse o presidente.

Na primeira edição, ano passado, 14 mil empresas participaram da campanha e, segundo dados da Ebit/Nielsen, as vendas cresceram 41% durante a Semana Brasil em relação ao mesmo período de 2018 sem a campanha. Citando a pesquisa, o presidente da CDL afirma que neste ano é esperado um crescimento acima disse número e reafirma que estão otimistas.


Prevenção

Apesar da flexibilização, a pandemia do novo coronavírus continua e já vitimou mais de 120 moradores da cidade. Giacomini destaca que os lojistas estão sendo orientados a manter “todos os cuidados com higienização”. “Mesmo flexibilizando, os cuidados devem permanecer”, afirmou, destacando que o anúncio feito pelo governador do estado ontem à tarde, mudando a cor da bandeira para laranja na região, é uma boa notícia. Sobre a possibilidade de aumento do movimento, ele salienta a importância do controle da entrada de clientes. “Tem de haver controle, as lojas devem observar o número de pessoas que podem estar simultaneamente no estabelecimento”, ressaltou.


Lojas participantes

A CDL não tem ainda um número de lojas participantes, considerando que a campanha é nacional e não promovida pela Câmara. No entanto, está sendo distribuído material de divulgação para sócios e as lojas participantes podem ser identificadas por cartazes. No site da CDL os lojistas também podem encontrar materiais para divulgação.

Gostou? Compartilhe