A bênção aos motoristas

Festa começou com buzinaço pela avenida Brasil e seguiu pelas avenidas Sete de Setembro e Presidente Vargas até a paróquia

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Texto: Glenda Mendes/ON
Fotos: Daiane Colla/ON


Milhares de motoristas trocaram o descanso da manhã de domingo pelo volante. Mas a troca teve uma boa causa: participar da carreata de São Cristóvão, onde acontece a bênção dos veículos e também a festa do padroeiro. De acordo com a organização do evento, foram cerca de cinco mil motoristas participando da carreata que começou no trevo da Caravela, seguiu pela avenida Brasil, passando pela avenida presidente Vargas, até a paróquia, que leva o nome do bairro e do padroeiro, São Cristóvão. Além disso, a circulação de pessoas, entre todos os momentos da comemoração, teve a estimativa de 30 mil participantes.
Dentre eles, estava o senhor Alfeu Romanini, que desde o ano de 1974 participa das festas de São Cristóvão quando está em Passo Fundo. "Sempre que estou em casa nesta data, participo da festa", salienta ele, que por décadas teve no caminhão e nas estradas o seu ganha pão. Da década de 1970 para cá, seu Alfeu afirma que pouca coisa mudou bem como na profissão. "Não mudou muito, ainda é sentar e dirigir, mas a estrada e a profissão agora estão mais perigosas", comenta, referindo-se à violência nas estradas.
Também personagens e autores da festa há muitos anos, o casal Aldo e Beatriz Pansera por pelo menos, 14 anos, auxiliaram na organização da Festa de São Cristóvão. Durante este período, Aldo e Beatriz eram os responsáveis pela condução da imagem do santo durante a procissão. "Todos os anos éramos nós que levávamos, e eu ia sempre com um pano seco para não deixar molhar a imagem de São Cristóvão", lembra Beatriz, que é moradora do bairro há 50 anos. Aldo foi caminhoneiro por 22 anos, então, além de participar da festa como participante, desde o ano em que se casou, passou a ajudar também nos preparativos e na organização.
Diferente do ano passado, quando a festa aconteceu no mês de outubro em virtude da sugestão de adiamento de eventos do mês de julho por causa da grande disseminação na gripe A naquele momento, este ano a festa aconteceu exatamente no Dia do Motorista, 25 de julho. Além da carreata, todos os anos são organizados também a missa comemorativa, o almoço e os jogos, sorteios e as brincadeiras que seguem durante a tarde. Este ano, dentre os itens sorteados na festa estavam vale-combustível, acessórios para automóvel, alarme para carro e comedouro para frango. E para quem participava da carreata, era entregue um kit montado pelos organizadores do evento, contendo um frasco de água benta, uma imagem de São Cristóvão, uma fita do santo e um escapulário.

Grande festa
A comemoração, que começou nas primeiras horas da manhã de domingo, estendeu-se durante todo o dia. A Festa de São Cristóvão teve celebração com paróquia lotada em grande homenagem ao padroeiro dos motoristas. Esta foi a 49ª Festa de São Cristóvão realizada em Passo Fundo.
Fundada no ano de 1969, a Paróquia São Cristóvão completou 41 anos de história este ano. Dentre as principais atividades, está a atuação na caridade em um dos maiores bairros da cidade. Além disso, a paróquia é conhecida regionalmente por promover o segundo maior evento religioso do município.

Gostou? Compartilhe