Câmara pede e discussão sobre IPTU fica para 2019

A Associação dos Moradores do Centro solicitou a realização de uma audiência pública sobre o tema

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Em reunião nesta quinta-feira (13) com vereadores da base aliada e da oposição, o prefeito Luciano Azevedo recebeu o pedido para que o projeto de revisão da planta de valores do Município fique para o próximo ano. A intenção é garantir que o Parlamento receba todas as informações necessárias a respeito do assunto.
 
Luciano também concordou com a solicitação da Associação dos Moradores do Centro para que seja realizada audiência pública sobre o tema. Ele observou que o encontro deve ser feito já no início das discussões da Câmara, em 2019. “Será uma oportunidade para prestarmos todos os esclarecimentos sobre esse projeto”, ressaltou o procurador-geral do Município, Adolfo de Freitas. 


Há 24 anos a planta genérica de valores não é atualizada em Passo Fundo. A última atualização ocorreu em 1994. Isso vai contra recomendaça??o dos órgãos de controle e do Ministério das Cidades, para que os imóveis sejam reavaliados e a planta de valores seja atualizada, no máximo, a cada quatro anos. Para corrigir as distorções existentes, o Município discute esse projeto de lei. A proposta deve ser encaminhada à Câmara no início do próximo ano. 

Gostou? Compartilhe