Comitê de Prevenção à Gripe A foi reativado

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a confirmação de mais um caso da gripe A em 2012 no município, o Comitê Municipal de Prevenção à Gripe A voltou a se reunir nesta terça-feira (26) para avaliar a situação e decidir as medidas necessárias para prevenção e enfrentamento à doença. No encontro, que contou com a presença de especialistas na área de saúde e epidemiologia dos quatro hospitais da cidade, da 6ª Coordenadoria da Saúde e Secretaria Municipal da Saúde, foi realizada uma análise da situação epidemiológica de Passo Fundo e região.

Conforme o médico infectologista Gilberto Barbosa, que é o coordenador do Comitê, o número de casos ainda não é preocupante, já que mais de 100,4 mil pessoas de toda a região já foram vacinadas através da campanha do Ministério da Saúde. “Superamos a meta do Ministério da Saúde, com 92% de cobertura entre o grupo de risco na região e 108% no município. Com esta vacina é possível impedir que as pessoas adquiram a doença, além de reduzir a circulação do vírus e a incidência de novos casos”, explicou.

O Comitê também reativou as medidas educativas e preventivas nas escolas e unidades de saúde do município. “Vamos disponibilizar folhetos explicativos sobre a doença nas escolas e na rede de saúde, vamos reforçar o protocolo de atendimento e tratamento aos profissionais”, relatou.

A terceira determinação do Comitê foi distribuir a medicação pelas unidades de saúde da cidade para facilitar o início do tratamento assim que for diagnosticada a suspeita da Gripe A nos pacientes. Todos os Cais e UBS da cidade terão o medicamento para ser retirado, com receita médica. Além disso, os pacientes que passarem pelas emergências dos Hospitais São Vicente de Paulo, da Cidade, Municipal e Prontoclínica, além da Farmácia Central e do pronto atendimento da Unimed também receberão o Tamiflu gratuitamente. No final de semana e à noite, o Pronto Atendimento do Hospital Municipal também estará disponibilizando o medicamento.

Medidas de prevenção
No entanto, Barbosa reforçou que as medidas preventivas são mais importantes neste momento do que a vacinação. “Com o término da campanha, agora o essencial é prevenir a disseminação do vírus com medidas simples e que todo mundo já conhece, como: Higienizar as mãos com água e sabonete ou álcool gel 70%; não compartilhar objetos de uso pessoal e alimentos e, evitar aglomerações e ambientes fechado.

Gostou? Compartilhe