Dal Agnol cobra honorários de clientes na Justiça

Ontem à tarde, a defesa de Dal Agnol divulgou um relatório de quatro páginas, onde aponta os motivos do chamado acordão, assinado entre Maurício e a Brasil Telecom

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O advogado Maurício Dal Agnol está cobrando na Justiça honorários de clientes que já receberam seus créditos nos processos relacionados às ações de telefonia envolvendo a Brasil Telecom/OI. Também está representando contra advogados que receberam estes honorários indevidamente. “Ele trabalhou durante todo o processo, depois de ação julgada, outros advogados juntaram procuração para receber os valores, violando o estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), disse um de seus defensores.

Ontem à tarde, a defesa de Dal Agnol divulgou um relatório de quatro páginas, onde aponta os motivos do chamado acordão, assinado entre Maurício e a Brasil Telecom. A defesa apresentou ainda a sugestão de acordo em que Maurício se compromete em identificar e pagar em juízo, numa única conta judicial,  todos seus clientes credores, através dos honorários contratuais, créditos de direitos de clientes e por ressarcimento de custas e despesas processuais pagas por Maurício à época em que era procurador de seus clientes. 

Gostou? Compartilhe