Ideb: Anos inciais atingem a meta na rede municipal, enquanto anos finais avançam

O Ideb analisa o desempenho da aprendizagem no país

Por
· 1 min de leitura
Os anos finais chegaram a 4,5 pontos, enquanto a meta nacional é de 5,4. (Foto: Divulgação)Os anos finais chegaram a 4,5 pontos, enquanto a meta nacional é de 5,4. (Foto: Divulgação)
Os anos finais chegaram a 4,5 pontos, enquanto a meta nacional é de 5,4. (Foto: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019 foi divulgado nesta terça-feira (15). Na rede municipal de Passo Fundo, os anos iniciais do ensino fundamental atingiram a meta prevista para o período enquanto os finais apresentaram melhora.

A partir da avaliação, os anos iniciais, até o quinto ano, obtiveram uma pontuação de 5,8, que corresponde à meta nacional. A coordenadora do Núcleo de Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação, Angelita Vanessa Scottá, reforça que, por trás do resultado, estão inúmeras ações e executadas pelo Município e pelas escolas com foco na qualificação do ensino. “Estamos trabalhando muito em rede. Entre as ações, está a formação dos professores, Tecendo Processos, que acontece desde 2017 e é voltada à alfabetização. As escolas também têm se empenhado muito e trazido as experiências que dão certo para que a caminhada seja mais próxima”, cita como exemplos.

Já os anos finais chegaram a 4,5 pontos, enquanto a meta nacional é de 5,4. No entanto, o resultado mostra uma evolução. O índice cresce no município desde 2015. “Registramos um avanço, mas ele pode ser maior. Passamos a trabalhar com um olhar interdisciplinar, pois acreditamos que, assim, poderemos avançar ainda mais”, destaca Angelita.

Nos anos iniciais, as escolas com melhor desempenho foram as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef) Zeferino Demétrio Costi, com 6,7 pontos, e Benoni Rosado, com 6,6.

Já as que se destacaram nos anos finais são as escolas Santo Antônio, com uma pontuação de 5,5, Senador Pasqualini, com 5,3, e Helena Salton, com 5,2.

Panorama nacional

O Ideb analisa o desempenho da aprendizagem no país, a partir de avaliações dos alunos em português e matemática. O objetivo por trás da avaliação é que o Brasil conquiste a mesma média de estudantes de países desenvolvidos.

No ano passado, o Brasil bateu a meta para os primeiros anos de aprendizagem pela sétima vez seguida. Porém, não conquistou o mínimo estipulado na análise dos anos finais do ensino fundamental pela quarta vez consecutiva.

Notícia atualizada às 15h17

Gostou? Compartilhe