Prédio do antigo Hotel Glória passa a integrar o Patrimônio Histórico do Município

Tombamento é um instrumento legal de proteção dos bens de interesse cultural

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O prefeito Luciano Azevedo determinou o tombamento do prédio do antigo Hotel Glória, como patrimônio histórico do município. Atualmente, o prédio abriga lojas, um restaurante e um bar.

O tombamento é um instrumento legal de proteção dos bens de interesse cultural para a sociedade, e tem como finalidade preservar a identidade do local e a história da cidade para as futuras gerações. Em Passo Fundo, a legislação prevê vantagens fiscais aos proprietários de bens tombados como forma de compensação e incentivo a preservação e manutenção do bem.

De acordo com a secretária de Planejamento, Ana Paula Wickert, a edificação apresenta equilíbrio formal e volumétrico. A reforma aconteceu em 2002, modificando completamente o interior da obra, mas preservando apenas o aspecto externo, alvo do tombamento.

O prédio do Hotel Glória faz parte do inventário do patrimônio histórico e arquitetônico realizado pela Universidade de Passo Fundo (UPF) e o seu tombamento foi uma solicitação do proprietário, o que demonstra a compreensão do valor social que a edificação possui para a história do município.

O prédio do Hotel Glória foi construído em 1927 pelo empreendedor José Knoll. A obra foi executada por Luiz Ricci, com o objetivo de servir aos passageiros da ferrovia, por isso sua proximidade com a estação férrea. Assim como ele, Passo Fundo viu a construção de diversos hotéis nessa mesma época, estruturados na linguagem do historicismo eclético.

O edifício tem dois pavimentos e forte marcação da esquina, porém, o acesso principal ao prédio acontecia pela Rua General Canabarro.

Gostou? Compartilhe