Produtos irregulares são apreendidos

Foram recolhidos cerca de 600 litros de leite in natura e 350 quilos de carne de frango com inspeção realizada por outro município.

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A equipe da Prefeitura de Passo Fundo que atua no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), da Secretaria do Interior (Secrint), recolheu produtos que eram comercializados de maneira imprópria. Foram recolhidos cerca de 600 litros de leite in natura e 350 quilos de carne de frango com inspeção realizada por outro município.

De acordo com os fiscais do SIM, o leite estava sendo ofertado em garrafas pet para os moradores do Loteamento Maggi de Césaro sem qualquer qualidade de procedência, o que tornava o produto impróprio para o consumo. O comércio do leite cru (in natura) é proibido desde 1969. Após o recolhimento, o produto foi descartado conforme os procedimentos legais indicados.

Já o veículo que circulava com os 350 quilos de carne de frango também foi confiscado pela infração prevista na Lei de Comércio. O SIM é válido para o município, não podendo ser vendido para outra localidade. De acordo com o serviço, é possível comprar os produtos no município de origem, mas não pode revendê-los. É importante frisar que o empreendedor deve obter produtos em que o órgão de inspeção atuante permita o seu comércio em Passo Fundo.

A secretária de Interior, Liliane Rebechi, e o coordenador do SIM, Alady de Lima Filho, pedem para a população e para os comerciantes que, ao adquirirem alimentos de origem animal, estejam atentos aos quesitos de procedência, qualidade, validade e comprovação de inspeção.

Desde janeiro, o Serviço de Inspeção Municipal apreendeu em torno de 2.750 quilos de produtos de origem animal irregulares, como carne bovina, carne de frango, queijos coloniais, salame, linguiças e leite não pasteurizado.

Gostou? Compartilhe