Santa Rita quer melhor estrutura para o ambulatório

Local está em situação precária, com infiltrações em dias de chuvas e apresentando total falta de segurança

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Redação ON

A comunidade do Loteamento Santa Rita quer a transferência do ambulatório que oferece atendimento básico de saúde. A reivindicação foi entregue ontem à tarde, pelo vereador João Pedro Nunes (PMDB) e o presidente da Associação de Moradores do Loteamento, Marcílio Macedo Alérico, ao secretário de saúde do município, Jairo Caovilla.

Segundo a Associação, o ambulatório está em situação precária, com infiltrações nos dias de chuva, falta de segurança, tendo inclusive uma médica tido o veículo roubado no local e também há falta de profissionais. Conforme o presidente Alérico, embora o ambulatório esteja aberto todos os dias somente uma vez por semana têm a presença do médico, o que é insuficiente para atender as cerca de 400 famílias que moram na região. O vereador João Pedro solicitou ao secretário Caovilla que seja disponibilizado médico pelo menos mais uma vez por semana, além do atendimento odontológico que hoje não é prestado. João Pedro pediu para a secretaria avaliar o que é melhor, se reformar o local atual do ambulatório ou trocar de lugar, como preferem os moradores do bairro. O vereador João Pedro e o presidente do bairro solicitaram ainda a permanência da servidora que realiza os serviços gerais no ambulatório, através de outra forma de contratação, já que está acabando o prazo de 2 anos pelo Programa Apoiar e Comprometer. O secretário Caovilla disse que existem questões emergenciais para resolver na secretaria, mas que assim que esta etapa for superada, vai estudar o que pode fazer para melhorar o atendimento no Loteamento Santa Rita, por ter sido a primeira reivindicação oficial da comunidade que recebeu desde que assumiu o cargo no dia 03 de janeiro. O assessor técnico da secretaria, Paulo Padilha, também acompanhou a reunião.

Gostou? Compartilhe