Treze dias de muita comida campeira

Cafés de chaleiras realizados pelas entidades tradicionalistas resgatam os pratos típicos da cultura gaúcha

Por
· 2 min de leitura
Para poder dar tempo, entidade começa os preparativos na manhã do dia anteriorPara poder dar tempo, entidade começa os preparativos na manhã do dia anterior
Para poder dar tempo, entidade começa os preparativos na manhã do dia anterior

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Durante as comemorações da Semana Farroupilha, ocorrem os tradicionais cafés de chaleira realizados pelas entidades tradicionalistas do município. Esse ano, são 16 entidades que preparam o café. Cada dia um centro é responsável pela organização e produção dos pratos típicos. São 13 dias de degustações, interação e atividades voltadas à cultura gaúcha.


Na terça-feira (11) é a vez do CTG Eduardo Muller realizar o seu café de chaleira. São esperados em média 500 pessoas. Para poder deixar tudo pronto, o trabalho na cozinha começa cedo, às 7h, e conta com a ajuda de 35 patronos da entidade. Para compor o saboroso cardárpio, que inclui o café, feixão mexido, farofa, cerca de 1,5 mil bolinhos de chuva, 1,3 mil ‘cuecas viradas’, 25 bolos caseiros, 15 pães de milho, 15 pães caseiros, 15 cucas, murcilha e torresmo, foram necessários, por exemplo, 40kg de feijão e seus ingredientes como a calabresa, bacon e corinho de porco, 50kg de farinha e 30 dúzias de ovos. Para o café será cobrado R$13,00 por pessoa.


Para Tereza Cappellesso, que mora no bairro e criou suas filhas no CTG, comenta que é uma honra muito grande poder ajudar a preparar os pratos. "Já faz mais de 10 anos que trabalho aqui na patronagem, e nós arrumamos um grupo maravilhoso de convivência. É uma família. Somos bem unidos, e trabalhar aqui em nome da entidade e poder levar o tradicionalismo para outras regiões é muito significativo para mim", disse.


O CTG também irá oferecer o almoço, que será feijão, arroz, mandicoca, carne de panela e o prato típico, costela de porco a pururuca. O prato principal é escolhido em uma reunião com todas as entidades na 7ª Região Tradicionalista, e as outras comidas fica a critério de cada CTG. O valor para o almoço é de R$20,00. Para o almoço são esperados 150 pessoas. No dia 20 de setembro, quando ocorre o desfile com todas as entidadades tradicionalistas, o CTG Eduardo Muller também irá oferecer o churrasco completo, no valor de R$25,00.
A pessoa não precisa ser associado e nem ter o hábito de frequentar CTG, para poder participar das festividades farroupilhas. "Aqui na região Sul, a tradição gaúcha é a que mais prevalece. Tem também muitas pessoas de fora da região, e então nós convidamos para vir aqui na entidade aquelas pessoas que não conhecem o CTG, e saber como funciona o nosso tradicionalismo", comenta o patrono, Vilson Dornelles da Silva. A Ronda Crioula do CTG Eduardo Muller começa às 6h e vai até às 18h.


O trabalho é dividido em equipes para agilizar ainda mais o processo de praparação da festa tradicionalista. "Aqui na entidade, eu sou especialista nos bolos de milho e no arroz, e tudo que aprendi foi com meu irmão mais novo. Eu acho muito gratificante, porque estou fazendo o que gosto, é o meu lazer. E além disso, aqui eu me considero parte de uma grande família", comenta Lurdes Portella, que está na instituição desde 2002.


Na quarta-feira (12) a entidade vai oferecer o café de chaleira para as crianças da Educação Infantil Menino Deus e EMEI Osório Cardoso Teixeira. Há três anos, a entidade decidiou separar o dia em que as escolas participam para poder ser mais agradável, tanto para os alunos, quanto para a comunidade que vai para o café de chaleira.

 

Programação dos cafés de chaleira
11.09: CTG Eduardo Muller
12.09: CTG Estância Nova
13.09: CTG Moacyr da Motta Fortes
14.09: CTG Osório Porto
15.09: CTG Fafundes dos Reis
16.09: CTG União Campeira
17.09: Associação de Trovadores Pedro Ribeirão da Luz
18.09: Departamento Tradicionalista do Simpasso
19.09: Departamento Tradicionalista do Clube Juvenil
20.09: CTG Dom Luiz Felipe de Nadal

 

Para conferir mais sobre a programação basta acessar o site da 7ª Região Tradicionalista 7rt.com.br.

Gostou? Compartilhe