Todas as regiões do estado são classificadas em bandeira laranja

Passo Fundo está nessa classificação desde sábado (19)

Por
· 2 min de leitura
(Imagem: Divulgação)(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O mapa preliminar da 21ª rodada do Distanciamento Controlado tem todas as regiões Covid do estado em bandeira laranja. O anúncio foi realizado pelo governador Eduardo Leite em uma live nas redes sociais. Esta é a primeira vez em três meses que o estado todo é classificado desta forma. O governador destacou a redução dos índices, inclusive da ocupação dos leitos de UTI. “Uma notícia muito importante para o RS, mas importante lembrar que o Covid não passou, ainda é uma grande preocupação para todos nós”, enfatizou o governador. 

A região de Passo Fundo está em bandeira laranja desde sábado (19). Apesar da classificação, a região continua se destacando entre as regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, com 72 registros. A região está atrás apenas de Porto Alegre, que teve 222 registros.

Passo Fundo é adepta a cogestão, portanto pôde adotar protocolos de bandeira laranja enquanto estava em bandeira vermelha. O protocolo adotado determina que enquanto estiver em bandeira laranja, a região deve aplicar as medidas definidas pelo estado para a bandeira. Além disso, a região precisa ficar 14 dias na bandeira laranja para que haja a possibilidade de adotar protocolos de bandeira amarela, de acordo com o Procurador Geral de Passo Fundo, Adolfo Freitas, em entrevista na segunda-feira (21). Essas medidas ainda teriam que ser aprovadas por no mínimo dois terços dos prefeitos da Região, avalizadas por equipe técnica e encaminhadas para o Gabinete de Crise para o Enfrentamento da Epidemia de COVID-19. Assim, a região de Passo Fundo segue aplicando os protocolos definidos para a bandeira laranja.

O Estado aceitará pedidos de reconsideração à classificação de risco e de cogestão no prazo máximo de 36 horas após a divulgação do mapa preliminar.

Estado

Novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que resultaram em diagnóstico confirmado de Covid-19, caíram 25% nas últimas semanas – de 1.016 para 793. Além disso, entre as duas últimas quintas-feiras, o número de óbitos causados pela doença reduziu 19%, de 338 para 273.

Os internados em UTI por SRAG caiu 9% (de 884 para 806) e o número de internados em leitos de UTI com Covid-19 reduziu 5% (de 693 para 658). Esses declínios, constatados entre as duas últimas quintas-feiras, resultaram na elevação do número de leitos de UTI adulto livres, que cresceu 11% entre as últimas quintas-feiras, de 614 para 684.

Mesmo com o aumento dos pacientes internados por outros motivos, a queda do número de internados por Covid-19 e a abertura de novos leitos se traduziu em elevação na razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19.

RESUMO DA 21ª RODADA

Regiões que apresentaram melhora (4):

VERMELHA > LARANJA

  • Cruz Alta (em cogestão)
  • Novo Hamburgo (em cogestão)
  • Porto Alegre (em cogestão)
  • Santo Ângelo (em cogestão)

Regiões que permanecem iguais (17)

BANDEIRA LARANJA

  • Bagé
  • Cachoeira do Sul (em cogestão)
  • Canoas (em cogestão)
  • Capão da Canoa (em cogestão)
  • Caxias do Sul (em cogestão)
  • Erechim (em cogestão)
  • Guaíba
  • Ijuí (em cogestão)
  • Lajeado (em cogestão)
  • Palmeira das Missões (em cogestão)
  • Passo Fundo (em cogestão)
  • Pelotas (em cogestão)
  • Santa Cruz do Sul (em cogestão)
  • Santa Maria (em cogestão)
  • Santa Rosa (em cogestão)
  • Taquara (em cogestão)
  • Uruguaiana

Notícia atualizada às 18h35

Gostou? Compartilhe