Passo Fundo é classificada em bandeira laranja pela oitava semana consecutiva

O modelo está completando seis meses de vigência nesta rodada

Por
· 1 min de leitura
O mapa preliminar traz três regiões em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)O mapa preliminar traz três regiões em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
O mapa preliminar traz três regiões em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

Passo Fundo foi classificada pela oitava semana consecutiva em bandeira laranja no mapa preliminar da 27ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. A região está em risco médio desde 19 de setembro. O modelo está completando seis meses de vigência nesta rodada, que foi divulgada nesta sexta-feira (06).

Passo Fundo segue em cogestão, no entanto não adota os protocolos de bandeira amarela. Para isso, basta que envie protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam).

O Estado aceitará pedidos de cogestão e de reconsideração à classificação de risco até as 6h de domingo (8/11). A vigência das bandeiras da 27ª rodada se encerra às 23h59 de segunda-feira (16/11).

Passo Fundo segue entre as regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, com 63 internações. Porto Alegre (237) e Caxias do Sul (68) lideram a lista.

Estado

O mapa preliminar traz três regiões em bandeira vermelha (risco alto), 16 regiões em bandeira laranja (risco epidemiológico médio) e duas em bandeira amarela (risco baixo). As regiões de Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo apresentaram piora nos indicadores e passaram para bandeira vermelha. Nas regiões de Erechim e Bagé, foi percebido o contrário, e ambas ficaram em bandeira amarela neste mapa preliminar.

No Estado, o grupo de monitoramento constatou estabilidade em todos os indicadores, com variações inferiores a 5%. Como pontos negativos, nos quais os indicadores mostraram piora, estão o número de internados com síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em leitos de UTI, que cresceu 3%; o número de óbitos, que aumentou 4%; e a quantidade de leitos livres, queda de 3%.

Contabilizando os pacientes internados por outras causas, nesta semana houve leve aumento no número de leitos de UTI ocupados. Com a manutenção do total de leitos de UTI no Estado, se percebe estabilidade na razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 nas últimas quatro semanas.

RESUMO DA 27ª RODADA

Regiões que apresentaram piora (3):

LARANJA > VERMELHA

  • Cruz Alta (em cogestão)
  • Ijuí (em cogestão)
  • Santo Ângelo (em cogestão)

Regiões que permaneceram iguais (16):

BANDEIRA LARANJA

  • Cachoeira do Sul (em cogestão)
  • Canoas (em cogestão)
  • Capão da Canoa (em cogestão)
  • Caxias do Sul (em cogestão)
  • Guaíba
  • Lajeado (em cogestão)
  • Novo Hamburgo (em cogestão)
  • Passo Fundo (em cogestão)
  • Palmeira das Missões (em cogestão)
  • Pelotas (em cogestão)
  • Porto Alegre (em cogestão)
  • Santa Cruz do Sul (em cogestão)
  • Santa Maria (em cogestão)
  • Santa Rosa (em cogestão)
  • Taquara (em cogestão)
  • Uruguaiana (em cogestão)

Regiões que apresentaram melhora (2)

LARANJA > AMARELA

  • Bagé
  • Erechim (em cogestão)
Gostou? Compartilhe