Direito UPF: 65 anos de atuação na formação e de presença na sociedade

Profissionais qualificados atuando no Brasil e no mundo e projetos de extensão e pesquisa, que impactam nas comunidades, são marcas da Faculdade

Por
· 3 min de leitura
Prédio da Faculdade de Direito, no campus da UPF (Fotos: Arquivo da Faculdade)Prédio da Faculdade de Direito, no campus da UPF (Fotos: Arquivo da Faculdade)
Prédio da Faculdade de Direito, no campus da UPF (Fotos: Arquivo da Faculdade)
Você prefere ouvir essa matéria?

Há 65 anos, no dia 21 de abril, estudantes ansiosos e esperançosos participavam da primeira aula do curso de Direito da UPF. Recém inaugurada, com a publicação do decreto de funcionamento em 21 de março de 1956, a graduação dava os primeiros passos no que seria o começo de uma história de formação de profissionais qualificados e de atuação presente e permanente na comunidade. Para celebrar a data, uma série de eventos estão programados, entre eles, duas palestras que ocorrerão na quinta-feira, dia 22 de abril.

Dois anos antes, em março de 1954, uma congregação constituída de advogados renomados de Passo Fundo e região, esteve reunida pela primeira vez para deliberar sobre o andamento do processo de instalação da Faculdade de Direito, junto ao Ministério da Educação. Já na pauta, os primeiros professores organizaram setores e ações que precisavam ser feitas.


Em 1956, ano da publicação do decreto, a Congregação voltou a se reunir para então definir quem seria o palestrante da primeira aula da Faculdade. A preocupação era convidar alguém de renome e que pudesse, a partir dos saberes da área, levar conhecimentos aos novos acadêmicos. Foi então que surgiu o nome do advogado João Carlos Machado.


Início de uma história de sucesso

As primeiras movimentações pontuaram o ritmo e os focos que seriam mantidos ao longo dos anos. Segundo o atual diretor, professor Me. Edmar Vianei Marques Daudt, ao olhar antigos documentos e revisitar os fatos marcantes da Faculdade, o que se observa é um curso que sempre esteve preocupado com uma formação de qualidade, oportunizando o contato com profissionais de renome não apenas na região, mas em todo o país.

Além disso, a partir do nascimento da Faculdade de Direito e da estruturação da própria UPF, por meio da fusão entre a Sociedade Pró-Universidade de Passo Fundo e o Consórcio Universitário Católico, outros cursos foram sendo criados. “Foi uma grande façanha à época. As dificuldades não eram poucas e os professores ministravam aulas, até mesmo, independentemente de remuneração pelo exercício da cátedra, com o intuito de consolidar a Faculdade de Direito”, relembra o atual diretor.

Sem deixar de analisar o presente, o diretor destaca que, assim como a Universidade teve e tem um papel fundamental no desenvolvimento local e regional, a Faculdade de Direito também foi fundamental para que diversos setores fossem impulsionados. “Se hoje, comumente, associamos a UPF ao desenvolvimento do mercado imobiliário e, em especial, ao destaque como polo interestadual da área médica, é de considerar que, nos idos de 1956, a economia regional estava alicerçada tão somente na agricultura. Assim, com a criação da Faculdade de Direito, nossa cidade passa a ser conhecida como um polo cultural, situação que ocupa até os dias atuais, sem deixar de também se destacar na produção agrícola”, observa Daudt.

 

Tradição com os olhos no futuro

Passados 65 anos da primeira aula, a Faculdade se preocupa em manter a tradição, voltando as atenções para o futuro. Para o diretor, exemplos desse caminho são os projetos e programas de extensão, como os balcões do Consumidor, Trabalhador e do Migrante e Refugiado, e os serviços jurídicos prestados pelo Sajur, Mediajur, Projur Mulher e Diversidade e JEC.

Todo esse esforço, segundo Daudt, têm resultados imediatos na inserção dos egressos no mercado de trabalho, tanto nos setores privados, quanto em órgãos públicos. Além disso, o diretor pontua que a Faculdade tem um dos mais altos índices de aprovação na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), sendo, inclusive, reconhecida com o Selo OAB Recomenda em duas ocasiões.

Outro destaque que reforça o amadurecimento e a consolidação da Faculdade é o Programa de Pós-Graduação em Direito. Hoje com o curso de Mestrado, o Programa já conta com parcerias nacionais e internacionais que permitem aos estudantes uma formação diversificada e atualizada.

Para o coordenador do Programa, professor Dr. Liton Lanes Pilau Sobrinho, a cada ano, com as turmas sendo preenchidas contemplando o número máximo de vagas, se verifica a qualidade da formação oferecida. “As parcerias com instituições nacionais e internacionais, possibilitam ao mestrando uma experiência rica e que permite tanto a qualificação voltada para o mercado, quanto para a área da pesquisa”, destaca.

Gostou? Compartilhe