Pelo quinto ano consecutivo, IMED conquista índice de excelência do MEC

Instituição obteve IGC 4, conceito que a mantém no grupo onde estão apenas 21% das faculdades e universidades do Brasil

Por
· 1 min de leitura
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

Mais uma vez, a IMED comprova sua excelência acadêmica, por meio do Índice Geral de Cursos (IGC), indicador de qualidade que avalia as Instituições de Ensino Superior no País. Pelo quinto ano consecutivo, conquistou conceito 4 para os campi Passo Fundo e Porto Alegre, o que a posiciona entre as 28 melhores do Rio Grande do Sul. No Brasil, apenas 23% das faculdades e universidades obtiveram avaliação semelhante, com notas 4 e 5. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação, nesta sexta-feira (23).

“Sabemos que são poucas as instituições no País que alcançam o IGC 4 e mais raras ainda são aquelas que conseguem manter a regularidade na qualidade de ensino, obtendo um índice de excelência pelo 5º ano consecutivo. O resultado, portanto, reconhece todos os esforços dos nossos docentes e colaboradores na construção de um modelo acadêmico que olha para a empregabilidade do aluno e, ao mesmo tempo, se mantém alinhado às demandas do Ministério da Educação. Um modelo que traz o aluno no centro do processo e que estimula o protagonismo, com base nos pilares de aprendizagem ativa, empreendedorismo e inovação”, avalia o vice-presidente acadêmico, William Zanella.

O IGC segue uma escala de 1 a 5 e é realizado anualmente, levando em consideração aspectos como o Conceito Preliminar dos Cursos de graduação (CPCs) e o conceito de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES. Assim, sintetiza em um único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. O IGC é o principal índice para avaliar o resultado de um trabalho acadêmico de longo prazo. Nesta edição, foram considerados os dados de 2.070 IES. Deste total, apenas 494, entre elas a IMED, alcançaram os melhores conceitos de IGC, entre 4 e 5. 

O indicador, na avaliação da responsável pelo Departamento de Regulação do Ensino Superior, Josiane Medeiros, consolida a qualidade do ensino e posiciona a instituição entre as melhores do País. “Só podemos agradecer aos mais de 5 mil alunos e à equipe de 480 funcionários e professores, que atuam ativamente neste processo de construção de uma trajetória vitoriosa. Permanecemos acreditando no poder transformador da educação e no impacto que o resultado do nosso trabalho gera nas pessoas e consequentemente na sociedade”, afirma.


Gostou? Compartilhe